segunda-feira, 4 de janeiro de 2021

FELIZ ANO NOVO

       


     Quando deu meia noite o povo esqueceu o distanciamento social, as máscaras de proteção e correu para o abraço. Lágrimas, risos, beijos trocados, copo de cerveja e taças de champanhe compartilhados. Branco sorrindo pra negro e filho de pobre brincando com os mais abastados.  Valia tudo na passagem do ano da pandemia e, de certa maneira, eu fiquei com inveja da coragem daquela gente que sem medo de ser feliz festejava a despedida de um ano que parecia não acabar mais.  E tudo aqui embaixo,  no pátio de um prédio na orla do Rio. Meia noite e meia e já não se ouvia os fogos a não ser um aqui e outro acolá enquanto as vozes no pátio já não tinham a mesma euforia. Duas e quarenta da madrugada. O elevador não sobe e não desce, todos se trancam dentro de casa. Cinco horas. Nem uma nuvem no céu da cidade que não dorme, mas cochila como eu diria caso um carro ou outro não cortasse a principal avenida em desabalada carreira.  Faltam dez para às seis. É hora do sol se insinuar por cima do muro, mas banhistas não vai encontrar, só gari lhe dará as costas para queimar. Sete e meia. Café quente aqui dentro como o dia promete lá fora.  Sete e meia.  A praia começa a encher.  Também me dou conta dos carros que deixam o prédio com os incautos voltando pras suas casas para, quem sabe, enlouquecer no dia seguinte quando a ficha cair. Onze horas. Água do macarrão fervendo e um prato na mesa já que não espero ninguém.  Café, de sobremesa, eu não tomo, mas como uma fruta com os olhos na televisão. Olhos que não se sustentam, não por conta da macarronada, mas pelo hábito da sesta de todos os dias.  Às quatorze horas sempre a televisão tem um bom filme na sessão da tarde.  Eu o assisto. Um café, que não tomei no almoço, cai bem e inspira quem o toma para passar o resto do dia. Se for domingo, tem futebol às 16h e depois o Faustão e para encerrar o primeiro dia do novo ano: retrospectiva 2020.  Tudo o que aconteceu é mostrado aqueles que viverão no ano novo o mesmo que viveram no anterior.  Assim foi e assim será o ano na vida de cada um.


41 comentários:

  1. Así es amigo Silvio...me emocionó al principio de tu prosa, esos abrazos emotivos sin importar ya la pandemia, ni las clases sociales, ni la raza ni el color de la piel...todos unidos en un abrazo recibiendo al nuevo año. Que Dios quiera sea mejor que el anterior...Que Dios nos cuide. Alcemos las manos a Él y pidamos su protección. Deseo para ti un bendecido año nuevo con paz y salud, que es lo principal. Recibe mi abrazo grande. Te invito a mi blog "Joyas de mi alma". Siempre serás bienvenido.

    ResponderExcluir
  2. Palhaço Poeta,
    Belo começo de ano
    com essa publicação
    que tão bem descreve
    como foi essa passagem de ano.
    Por aqui nos limitamos a ficar
    no jardim e foi dali que vimos
    as famílias e os grupos se
    deslocando para a praia com
    suas bebidas. Não aquele
    fluxo de gente que você bem conhece
    por já ter passado aqui com a gente
    esse tempo. Mas considerando a
    época: era gente pra caramba!
    Foi ali no jardim que brindamos
    e ali renovamos nosso desejo de continuarmos
    vivos e saudáveis. Mas o que imperou
    de fato foi a gratidão por termos
    sobrevivido a doença com apoio
    medico e do cuidado de amigo como
    você e sua família. Agradecemos também
    por estarem saudáveis: Vcs e nossas
    Família e pedimos que continuem assim.
    Pra essa mulher poeta aqui, esse é o ano que tem
    por palavra chave a 'ESPERANÇA'.
    Deixo Bjins e Abraço cobertos da mesma,
    para que logo possamos voltar
    a nossa alegria de estarmos
    juntos com cuidado, mas sem medo.
    CatiahoAlc.

    ResponderExcluir
  3. Paso a deseartu un FELIZ AÑO NUEVO.Saludos

    ResponderExcluir
  4. Silvio,

    Olha, eu acho a pandemia que vivemos cheia de mistérios e propícia a estranhas considerações. No entanto, talvez até mesmo por tudo isso, eu não a subestimo! Mesmo sem buscar isso, tenho tomado conhecimento de relatos de pacientes e médico - às voltas cm a tal Covid 19 - e a impressão que fica é de que este vírus pode ser muito cruel. Então eu não aprovo os esquecimentos dos cuidados e nem a rebeldia quanto às restrições impostas.Isso é loucura.
    Ademais, o teu relato é interessante, pois registra as atividades e impressões sobre um dia de confinamento. Feliz 2021, que seja um ano muito melhor do que o passado!

    ResponderExcluir
  5. Também sinto falta do clima como no primeiro parágrafo .. abraço a alegria que se dissolve no clima de ano novo. Mas o que posso fazer ... no meu país existem regulamentos muito estritos.

    Feliz Ano Novo, Silvio Afonso ..., desejo-lhe muitas felicidades.
    Saudações

    ResponderExcluir
  6. É um gosto lê-lo, meu Amigo Sílvio.
    Um ano de 2021 com muita saúde, muita fé, muito amor e muita paz.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  7. Que 2021 se porte bien con todos, ya necesitamos un tiempo tranquilo.
    Saludos desde Lima.

    ResponderExcluir
  8. Muito bom. Um bom começo de ano! Amei...
    ~~
    Um começo a deslumbrar, a ilusão
    ~~
    Beijos e uma excelente semana! Feliz 2021

    ResponderExcluir
  9. Não faço ideia se por aqui (Portugal) houve quem não tivesse cumprida as regras, quase de certeza que sim. Mas nós por cá eramos 4 em casa!
    Muito figo de artíficio (não me lembro de ver tanto como nesta passagem de ano). Muito frio, mas tudo muito calmo...
    Bom Ano Novo!

    Beijos e abraços.
    Sandra C.
    Bluestrass

    ResponderExcluir
  10. não, não, a passagem do ano aconteceu mas não houve praia este ano com fogos de artifício a cair no Atlântico!
    todos em casa, com recolher obrigatório, já que o Natal tinha sido deixado à escolha de cada um e muitos fizeram a festa e convidaram o vírus, que até aparece sem ser convidado…
    bom ano Sílvio, sobretudo com muita saúde e... gajas!

    ResponderExcluir
  11. Bom Ano com distância física por enquanto.
    Abraço

    ResponderExcluir
  12. Espero que tenhas um feliz ano novo! <3

    www.pimentamaisdoce.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Bonito texto! Que o seu ano seja repleto de coisas boas.
    Bjn
    Márcia

    ResponderExcluir
  14. Parabéns, Silvio Afonso, pela interessante mensagem de Ano Novo e deixo o meu desejo de que o ano de 2021 seja repleto de felicidade.
    Sinta-se feliz.
    Abraço fraterno,
    ZCH

    ResponderExcluir
  15. O fim de ano por aqui foi MUITO sossegado.
    Feliz Ano Novo

    ResponderExcluir
  16. Feliz Año Nuevo amigo Silvio. Saludos a la distancia.

    ResponderExcluir
  17. Vim começar minha leitura desse novo ano por aqui, e não pense ter sido por algumas palavras deixadas por onde passeia. Realmente esse chamado dia da virada é para muitos, tempos de reflexão pós ressaca (kkkk) e para outros como eu,um convite para a preguiça e o sono sem compromisso, melhor ainda para quem mora só.

    ResponderExcluir
  18. Ola querido,
    Desejo um Feliz Ano novo pra você e que ele venha abençoado e com esperanças renovadas! Precisamos de um ano com saúde e paz! Obrigado por fazer parte dos meus queridos amigos da blogosfera!
    Beijo

    ResponderExcluir
  19. Caro Amigo
    Cada qual faz do seu dia o que lhe faz feliz, e embora fosse fim do ano, acho que o passou bem.
    Bom ano novo de 2021 e que seja de paz e saúde.
    Beijinhos
    :)

    ResponderExcluir
  20. Crônica maravilhosa,meu amigo, senti toda melancolia dessa vida nossa de cada dia! Parabéns, abração!

    ResponderExcluir
  21. Olá, Silvio!

    E a ficha já caiu? Infelizmente, para alguns deve ter caído da pior forma!!!
    Ninguém está livre ou a salvo deste infortúnio mas, expormo-nos desta forma é que não pode ser!!!

    Feliz Ano Novo para si e todos os que o rodeiam!
    Abraço
    Liliana
    Ideias Recicladas e... não só!

    ResponderExcluir
  22. Verdade, mestre! Eu passei o reveillon, como venho passando desde março: em casa, bem resguardado, que dos 5 grupos de risco da Covid me enquadro em 6! Meu abraço, boa semana;

    ResponderExcluir
  23. por aqui em casa e em familia sobe muito bem desejo um 2021 com muita saude bjs

    ResponderExcluir
  24. Silvio, você foi um observador consciente de uma passagem de ano estranha. E a descreveu com lucidez. Gostei muito. Abraço.

    ResponderExcluir
  25. hola, Feliz Ao nuevo,gacias, por pasar por mi blog y por tu comentario. Te sigo.

    ResponderExcluir
  26. Moito gosto na sua visita. Agardo que volte cando queira. Voçe è do Brazil? Acabo de ler seu post de aninovo. Acho un pouco semelhante aos meus. A vida cotià dun outro sosinho. O blog é o companheiro que nos escoita e comunica. Ahi verao, aqui inverno e neve. Non sei como sería recibir o aninovo na praia!!!Eu estive polo Vale Europeo. Santa Caterina, Navegantes, Florianapolis, Sete (?)Tilias, ou as que sejam. Os meus melhores desejos para este ano 2021. Uma aperta.

    ResponderExcluir
  27. Olá, amei seu texto, assim foi a minha virada realmente.
    Mas esperamos um ano muito melhor.
    Feliz ano nobo palhaço poeta!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  28. Uma passagem de ano diferente por todo o mundo, uns com mais coragem, ou estupidez natural, outros mais contidos.
    que 2021 nos traga tudo o que 2020 nos tirou.
    Bom ano para si.

    ResponderExcluir
  29. Silvio, passei em casa com a família. Graças a Deus, com saúde e agradecendo a Deus, por tudo!. Infelizmente preciso trabalhar e preciso preservar a empresa que trabalho. Tomando os devidos cuidados, a minha vida, continua e pedindo a Deus, que possamos voltar a vida normal, em breve.
    Feliz Ano Novo, amigo! Que esse ano seja de muita saúde, paz e harmonia! Que possamos a voltar a abraçar, beijar e comemorar o fim desse período complicado!
    Beijos

    ResponderExcluir
  30. Que o seu 2021 seja como o deseja.

    Bom final de semana

    ResponderExcluir
  31. Silvio, que bien describiste el día a día de miles de personas que estamos viviendo esta horrible pandemia. Ojalá este 2021 nos traiga, salud, trabajo buena energía, besos y abrazos... Esos son mis deseos también para ti y todos tus seres queridos. Bien venido 2021!

    ResponderExcluir
  32. Excelente texto em que cada um de nós se revê, à sua maneira.
    Ano que finda, outro que começa, com menos beijos e abraços, porque o medo continua sendo o nosso guardião. Menos projetos, porque a incerteza se mantém. Mas que haja saúde e amor, trabalho e comida para pôr na mesa! E esperança, muita esperança!
    Obrigada, Sílvio, por sua visita, foi um prazer neste começo de ano, em que lhe desejo o melhor possível!
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  33. Olá Silvio, vejo que temos amizades en comúm, blogueiros coma nós. Gosto desa coincidencia! Ja tenho un novo post que de seguro lhe ha gustar por ser algo moi diferente ao que ten ahí neste momento.
    Sí que seguimos a falar! Aperta. Boa finde.

    ResponderExcluir
  34. Profundas y sentidas palabras…
    Agradecida por tu visita a mi blog, Silvioafonso.
    Un abrazo grande, y Muy Feliz Año para ti y los tuyos.

    ResponderExcluir
  35. Para aquellos que seguimos las distancia que pide la pandemia por razones de salud, los abrazos y besos es algo añorado, deseado hasta ya nostálgico.
    Y tu prosa habla bien del días después, o del primer día que casi se le carga tanta expectativas que se merece una siesta.

    Saludos :)

    ResponderExcluir
  36. Felicidades en este nuevo 2021, mi amigo,
    me gusta como describes cada día, de esta
    pandemia terrible,sin poder darse ni un abrazo,
    muy triste, esperemos termine pronto.

    Besitos dulces

    Siby

    ResponderExcluir
  37. Oiee meu amigo!! Demorei, mas voltei. Espero que tenha passado um ótimo Natal. E com certeza tenha um maravilhoso ano novo. Que 2021 seja bem melhor que este...vamos ver. 😂😂😂😂
    Adorei o texto.
    Beijos,
    Paloma Viricio💙💫

    ResponderExcluir
  38. É "vira o disco e toca o mesmo"... Entra ano, sai ano, e toda a gente quer um Ano Bom, mas... fazer por isso não é "dá cá aquela palha".

    Então, 'bora lá fazer cada um a sua parte, e aí, quem sabe, cada qual possa fazer o seu ano um pouco melhor, sem estar na dependência dos outros.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  39. Que bela narrativa! Enquanto leio as imagens se formam em minha mente.

    Uma rotina bem marcada, ponto a ponto... enquanto loucos e insanos se aglomeram como se não houvesse amanhã, os poucos sensatos observam de longe.

    E o ano acaba... E outro ano começa...

    Tudo novo de novo!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  40. Hola Silvo.
    El nuevo año se celebró y algo positivo paso. Llegaron las vacunas y aún así seguiremos llevando la mascarilla. Gracias por compartir la entrada de año nuevo.

    Saludos y buenas tardes.

    ResponderExcluir

POR FAVOR, NÃO SAIA DE CASA
(Se possível, fique na sua casinha,
não receba ou faça visitas. Não abrace
ou se deixe abraçar porque se você não
pegar o vírus não me mata e eu não
mato os outros.
((silvioafonso))


.