sexta-feira, 19 de julho de 2019

À CIGANA


     
       Não faz  um mês que me mudei por conta de um marido ciumento e a minha casa já está cheia de gente novamente.  E não são amigos  feitos no decorrer da vida que estão lá, mas  vizinhos que vão chegando, chegando e acabam ficando.  Sempre vinha alguém  me perguntar se estava tudo bem, se  precisava de alguma coisa ou me chamava pra conhecer sua casa.  Foi tipo, se frequentando, que a gente acabou se enturmando. Atualmente eu preciso bocejar  pra ver se alguém se dá conta de que o sol, faz tempo, escorre pelo telhado e eu não dormi. Se deixasse passavam a noite bebendo, comendo  tira gosto e falando de futebol e mulher.  São pessoas que de uma forma ou de outra vêm pra somar.  Uma completando a outra.  Por exemplo; quem  podia comprava as bebidas; chegava cedo, colocava a cerveja no gelo e voltavam pra casa. Os outros levavam as esposas e o tira gosto, que dava no mesmo.  A minha tristeza era  quando tinha de  enxotá-los da minha casa, mas se não o fizesse, quem levantaria no dia seguinte pra trabalhar, alguém sabe? A metade dos que eu vi  bebendo contava bravata e a outra metade falava mentira. Por isso é que dizem que bebida e verdade não dá rima, mas também não ofende, não é mesmo?  O bom disso é que não brigavam quando um bebia  a cerveja que não comprou  ou se conversava com a mulher que não fosse a sua, desde que dessem  boas gargalhadas e não mudassem de assunto com a chegada de alguém. Mas não pensem que a festa  acabava se uma dessas regras fosse quebrada, a não ser pra quem errasse, claro.  No sábado, quando me levantei, vi que a mesa do café estava arrumada. Mas como arrumada se moro sozinho e não tenho empregada?, a não ser que alguém tenha dormido comigo e não me contaram. Tim tim, disse a mulher d’ um polícia, gente boa,  enrolada numa toalha erguendo a xícara.  Jesus amado eu  estava gostando tanto desse lugar e já vou  procurar outro pra me mudar.

28 comentários:

  1. Eh eh Mesmo a pensar que são horas de beber um cafezinho lá fora no terraço do café do lado de lá da estrada :)
    ninguém chegou ainda com a conversa do dia, só carros a passar e lá dentro pessoas apressadas para ir trabalhar que ainda é sexta-feira :)
    Silvio, um bom dia para si,
    Angela

    ResponderExcluir
  2. Ahhh se a gente pudesse escolher as pessoas certas para serem nossos amigos(as)....
    Sempre será isso!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Admiro a elegância com que vc nos
      visita. Adoro a sua pegada, beijos
      se vc é mulher e beijos se for meu
      amigo.



      .

      Excluir
  3. Acontece...
    Abraço e bom fim-de-semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, estou vindo da sua casa e
      a encontro voltando da minha. Amo
      você, Elvira, beijos.



      .

      Excluir
  4. Palhaço Poeta!
    Adorei o enredo e ri de gargalhar com
    a cena final. Aliás,
    amei o "Jesus amado!"
    E o título ficou fantástico.
    Bjins e Abraço de sábado e domingo
    CatiahoAlc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois do show do Guilherme
      Arantes saímos pra tomar um
      vinho. Lembrei-me de você e
      do seu marido, talvez por is-
      so as garrafas secassem tão
      de pressa.
      Um beijo ao casal.



      .

      Excluir
  5. Que imaginação!!!
    Aquele abraço, boa semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E tu, Pedrão. Pagavas
      pra ver?
      Um abraço de agradeci-
      mento e bom dia.



      .

      Excluir
  6. Muito boa essa sua narrativa. Gostei muito do final inesperado.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi uma atitude covarde ou
      no mínimo um ato de segurança,
      sei lá.
      Beijos Graça. Um montão...




      .

      Excluir
  7. Gostei de ler e de pensar em quem seria assim tão receptivo:
    A vizinhança ou o vizinho novo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conhece o ditado; quem tem... tem medo?
      Pois é. Aquela invasão não ia dar "certo"
      e eu já era gato escaldado, na época.
      Beijos, Alice e obrigado.



      .

      Excluir
    2. Voltei para ver se havia nova publicação; não havendo vou apenas dizer 'obrigado' pelo comentário lá.

      Excluir
  8. Sr. Palhaço Poeta,
    Que vizinhança boa!
    Até breve.
    M. Azevedo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, meu amor.
      A droga é que, por
      amor a minha vida,
      achei melhor me mu-
      dar, porque ter "Ca-
      so" com mulher de po-
      lícia tem gosto de
      chumbo.
      Beijos, M. Azevedo,
      beijos, mas só se você
      não tiver marido na po-
      lícia, é claro.
      (risos...)




      .

      Excluir
  9. Boa noite, querido Sílvio,
    pois é, dizem que gato escaldado tem medo de água fria. risos.
    E a visitante foi gentil com você, até café fez, mas confesso que você fez o melhor, é hora de mudar.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela fez o café, tá certo,
      mas foi lá em casa porque
      sabia que não ia tomá-lo
      sem açúcar, como de fato
      aconteceu. Beijos Marli
      e muito obrigado.


      .

      Excluir
  10. rss, muito boa a narrativa, vejo que está na hora, novamente, de levantar o acampamento, embora a vizinhança seja muito simpática.
    Boa noite, Silvio, uma boa semana pra você.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro essas tiradas. Tenho
      poucos que falam sem medo
      de ser feliz. Obrigado que-
      rida.
      Beijos.


      .

      Excluir
  11. Sua imaginação merece nota além de 1.000, rende textos excelentes!
    Beijos carinhosos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, você falar isso de mim
      não vale, meu amor. Todo
      mundo sabe que você é puxa
      saco dos amigos. Te amo, Lú-
      cia querida. Beijos e bom
      dia.


      .

      Excluir
  12. Olá meu amigo, td bem?
    O que seria da nossa vida sem os amigos? Sejam eles antigos ou novos, vizinhos ou não, o que importa é ser acolhido e ganhar novos "irmãos" que a vida nos dá. Adorei o texto, sempre irreverente e animado.
    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguém precisava cutucar os hipócritas
      e ninguém sabe fazer melhor do que vo-
      cê, Alécio querido.
      Um abração, obrigado e bom dia.



      .

      Excluir
  13. no me convencen los vecinos sobrantes, aunque con alguno siempre he acabado durmiendo más de la cuenta ;-)

    ResponderExcluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.