segunda-feira, 10 de junho de 2019

ELE É O CARA...


   
   Já teve mais de vinte namoradas, uma noiva, três esposas e muitas mulheres antes de se casar, mas quando se separava era no colo das outras que supria as carências.  Vergonha não teria se disse que foram muitos os orgasmos que teve, talvez uns mil comparados com sua amiga, a única que o suportou por tanto tempo e que dizia não ter tido nenhum, pelo menos com ele com quem não conversava sobre o assunto.  Os dois sabiam que ninguém acreditaria se dissessem que nunca rolou nada entre eles, por isso não falavam a respeito.  O carinho respeitoso era tanto que sexo não seria elemento de discussão.  Em tempo algum se cogitou da moça estar se autoflagelando com a presença de um cara viril, como ele, ao seu lado, mas ele, em compensação,  tinha certeza de purificar-se com a sua pureza ao lado dela.  
O tempo passou como um raio por suas vidas, enquanto, com passos de cágado, seguiam como se fora o mesmo lado de um ímã.  
Aquela  amiga continuava inteligente, bem falante e bonita, podia ter sido a castidade conspirando a seu favor e a favor do  mundo que ficava mais fácil e melhor, só não sabemos se foi pela castidade da moça ou pelo avanço da ciência. Vendo a coisa com outros olhos eu tenho a impressão de que tudo mudou por conta da turbulência provocada pelos orgasmos em questão.  Com outras palavras; não adianta ficar chupando o dedo durante a noite ou pecando o dia inteiro que nada vai mudar nada.  O importante é fazer o que der vontade, desde que se faça bem feito e com permissão.


14 comentários:

  1. Onde é que eu assino? :))
    Aquele abraço, boa semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é mesmo, meu amigo?
      A gente bate no peito
      dizendo ser isso e aquilo,
      e mesmo não sendo mentira
      não muda o preço do pão com
      manteiga.
      Eu não faço esse tipo de coisa,
      até pelo contrário; jamais digo
      que sou alto, forte e bonito.
      Que tenho uma boa cultura e que
      amigos iguais aos que tenho, nin-
      quem tem.(risos, muitos risos.)

      Um abraço Pedrão, desculpe a brin-
      cadeira e bom dia.


      .

      Excluir
  2. Maravilhoso texto. Realista. Adorei.

    Peço desculpa pelo atraso mas estive uns dias de folga ;))

    Hoje:-Deambulando pela natureza, sem chão

    Bjos
    Votos de uma óptima Segunda - Feira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fez bem, minha amiga.
      Não só o corpo, mas a
      cabeça precisa de um
      confortável sofá.

      Obrigado por ter vindo.



      .

      Excluir
  3. Tem toda a razão: o importante é fazer o que der vontade…
    Gosto da forma como você cria estas narrativas, com algum humor à mistura…
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brincando a gente fala
      a verdade que sente.
      Beijos e muito obrigado.



      .

      Excluir
  4. Também penso que o importante é fazer o que temos na vontade. Vale mais um momento de arrependimento (se for caso disso) por algo que se fez do que viver a vida inteira arrependido do que se não fez.
    Abraço e uma boa semana

    ResponderExcluir
  5. Me gusto esta novela picaresca, que cada uno haga lo que quiera Beijo, Amigo ♥

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Palhaço Poeta,
    O texto inteiro
    é interessante, todavia
    friso a última frase
    que é perfeita
    "O importante é fazer
    o que der vontade,
    desde que se faça bem
    feito e com permissão."
    Não posso deixar de dizer
    que Adorei a escolha da foto,
    Vc tem ótimas sacadas.
    Bjins e Abraço de afeto
    e saudade
    CatiahoAlc.

    ResponderExcluir
  8. Bom dia carissimo amigo Silvio

    Andei um pouco sumida devido a coreria com meu problema de saúde, O câncer d emama me pegou, estou aguardando a cirugia , potano agora com mais tempo pra visitar os amigos,

    Estava com saudade de ler seus bem humorados relatos , gostei imenso do texto, mas o final foi enfático, qdo pinta o desejo em ambos, que haja a corporificação naturalmente sem imposição. Nada de de imitar o rapaz famoso... kkkk

    Grande bj no seu coração querido!

    ResponderExcluir
  9. Olá meu amigo Silvio, td bem?
    Acredito que tudo seja permitido quando seja consentido, amar demais não é pecado, nem ter inúmeras parceiras se o sujeito for feliz dessa maneira! Adorei o texto.
    Abraços

    ResponderExcluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.