terça-feira, 27 de março de 2018

IMORAL, MAS LEGAL

   -Cara, tu não vais acreditar, mas ontem Doralice acabou comigo. Oh, mulher fogosa, véio! Quando eu achava que já tinha acabado, lá vinha ela por cima e começava tudo de novo. E não foi só uma vez, não.  Essa semana a gente transou quase todos os dias.  Acho que a gata gamou e o pior é que eu também me enrabichei, e se não for fogo de palha, juro que me caso com essa maluca.
- Se você diz isso é porque já se apaixonou.  Infelizmente porque todos com quem ela saiu não gostaram. Disseram que era fria e que ficava olhando o teto enquanto suavam encima dela. Comigo aconteceu a mesma coisa, e só pra você ter uma ideia, nem Paulinho boca de sapato gostou de sair com a garota e olha que qualquer rabo de saia é princesa pro cara. Só você elogiou. Portanto, vai fundo que a rapaziada vai se amarrar de montão quando souber da parada. Mas olha aqui, você não vai proibir a garota de participar dos chopes nos finais de semana, vai? Porque seria uma baita sacanagem privar os amigos da companhia dela.
   Doralice era do tipo despachado, daquele que não corre da raia se o grupo aprontasse e até chegava junto na hora da conta.  Durante a semana os amigos sofriam com sua seriedade, mas nas sextas, principalmente depois das vodkas com energético, ninguém mais a segurava.  Tião, no entanto, estava de quatro por ela. Das gatas  com quem tinha transado só Doralice mostrou  o garanhão que nem ele sabia que era.  
- Desculpa gente, mas em breve vou brindá-los com a minha ausência...
- Mas, como assim, cara? Vai nos deixar, por quê?
- É que eu estou caidinho por uma gatinha e vou me casar com ela.
- Um brinde ao futuro noivo, gente! Gritou Marcos, um negro gordinho que saiu com a dita cuja e contou pra cidade inteira. Por isso ela o odiava. 
  Doralice era uma garota fantástica. Quando estava de cara limpa era cheia de não me toque, mas depois de beber o que gostava, sai de baixo.   
  Certa vez  um dos rapazes, sabendo que já tinha tomado suas "doses de coragem", a chamou para um papo.  Doralice o seguiu. No local os rapazes e a irmã do Paulinho boca de sapato a esperavam com más intenções. 
  Moral da história; Doralice transou com todo mundo, inclusive com a mocinha, sem que ninguém reclamasse.
 Agora, depois da decisão de Tião, a coisa muda de figura. Ou seja, se ele se casar com Doralice certamente entregarão o grupo à própria sorte. A não ser que decidam o contrário deixando tudo como estava, ou seja;  Tião continuaria articulando o grupo e Dora prestigiando os eventos com a presença, inclusive dividindo a conta como sempre fez. Com isso ninguém mais assediaria a moça, até porque seu marido a blindaria.  Dora, entretanto, continuaria fazendo o que sempre quis e fez, enquanto Tião, é claro, nada deverá reclamar, porque a turma que tinha privilégios com a mulher dele continuará a tê-los, inclusive o próprio marido, desde que parem de falar mal da garota.
Um brinde foi feito aos noivos enquanto Doralice abraçava e beijava os rapazes sem medo e sem vergonha.

32 comentários:

  1. Fogosa e assanhada essa garota, não?? :)))
    Aquele abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essas mulheres são
      especiais, garoto.

      Um abração, amigo.

      .

      Excluir
  2. Bom dia. Por vezes há mulheres com sorte.Depois de uma longa rodagem ainda encontram que com case com elas, por amor, mesmo sabendo dos eu passado. Gostei.



    Hoje:- Sinto saudade de te voltar a amar

    Bjos
    Votos de uma boa Terça-Feira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por favor, Larissa, esquece
      a aragem. Já passou...
      Mas se quiser voltar, não se
      acanhe. Meus braços estão ar-
      reganhados a sua espera.(risos)

      Beijos.

      silvioafonso




      .

      Excluir
  3. Eventi che segnano la vita delle persone, ma l'importante è che ci sia un finale positivo.
    Un caro saluto, Silvio, silvia

    ResponderExcluir
  4. Me gusta tu blog.
    Te paso mi blog.
    Por si deseas visitarlo.

    https://anna-historias.blogspot.com.es/2018/03/tal-vez.html?m=1#comment-form.

    Gracias.
    Besos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou visitar você dentro
      de poucos minutos. Mas
      acho que vou seguir o seu
      blog, posso?

      Beijos.


      .

      Excluir
  5. Respostas
    1. Que bom que gostou
      Pathy. Eu também
      gostei.

      Um beijinho pra vc
      amiga.

      .

      Excluir
  6. Boa tarde, boa historia, a Doralice é livre sem preconceitos, sabe que o ais importante de tudo é manter a sua liberdade conquistado num meio preconceituoso, GRANDE DORALICE.
    Continuação de boa semana
    ag

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como vc pode ver a garota
      não "tá" nem aí para o pre-
      conceito.

      Um abraço.

      .

      Excluir
  7. Essa Doralice é uma danada mesmo hein rsrs
    Desejo uma ótima terça feira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela tem cabelo na
      venta, como diz
      minha avó.

      Beijos, Vanessa e
      obrigadão.

      .

      Excluir
  8. Silvio,
    Onde se inspira para escrever com entusiasmo e talento as histórias danadinhas?
    Como pode a sua escrita não chocar, antes prender e viciar?
    Onde encontra motivação e disposição para escrever todos os dias?
    Confesse Silvio:
    Você anda "tomando chope" com a fogosa Doralice?
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou um contador de
      histórias, Teresa.
      (Acho que escrevi seu
      nome certo).

      Um beijo minha amiga.

      .

      Excluir
  9. Como alguém me disse
    verta vez:
    "O que vale é o acordo
    entre o casal" (ou quase isso).
    Num é?
    Adorei o nome dos personagens,
    Mas Paulinho Boca de Sapato
    é impagavel!
    Bravíssimo!
    Bjins e Abraço
    CatiahoAlc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Do acordo entre os casais,
      nem os filhos devem saber,
      porque, certamente, não os
      entenderiam.

      Beijos.

      .

      Excluir
  10. Silvio me chamou de Elena no seu comentário no "rol de leituras".
    Que emendar antes de eu postar?
    (Este pode apagar.)
    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, não vou apagar. Isso
      é para que eu tenha mais
      atenção para com o que eu
      faço, ao invés de ficar
      feito bobo, babando com o
      que você escreve.

      Um beijo Teresa e, descul-
      pe seu amigo.


      .

      Excluir
  11. Texto escrito em linguagem popular, mas, nem por isso menos interessante. É assim que o povo fala.

    De segunda a sexta, uma lady, mas a partir daí Dora se desdobrava: Dora mais Alice. Lamento estes comportamentos, mas há quem goste. Aqui, em Portugal se diz que gente assim é "boa boca", ou seja "tudo o que vem à rede é peixe".

    Abraços e uma serena noite.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E assim vamos sabendo
      o que dizem com nossos
      patrícios.

      Céu, meu amor. Um beijão.

      .

      Excluir
  12. je ne sais si mon comm est passé je disais quand un seul baiser ne suffit pas et beau texte franc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alors je vais vous
      en donner beaucoup.
      Beaucoup de bisous.

      .

      Excluir
  13. Respostas
    1. Boa pra vc também,
      meu anjo, mas não
      abuse dos bombons,
      viu?

      Beijos.


      .

      Excluir
  14. Grande Doralice! Gostei muito do conto, sua escrita é ótima!

    Obrigada pelo carinho. Volte sempre!
    Um super beijo :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu moro no lado esquerdo
      da sua página, sabia?
      Sempre estou por lá dando
      uma olhada nas novidades
      e muita coisa que leio a-
      gradeço a você.

      Beijos e boa páscoa.

      .

      Excluir
  15. Silvio, voltei não para falar da Doralice, mas para lhe desejar uma Santa Páscoa, com alegria, amor e... fértil imaginação!
    (Amêndoas de chocolate, de amêndoa nada têm, só chocolate por dentro e açúcar colorido por fora. São BOAS!!!! Não precisa procurar, eu já desculpei, tá?!)
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vou te dar nada,
      além de uma beijoca....

      Feliz Páscoa, de novo.

      .

      Excluir
  16. Olá Silvio, a Doralice era mesmo um furacão sexual.Gostei do texto, rasgou o verbo sem apelação.

    Lá no meu blog
    me pediste canjica,
    canjica só no são João,
    enquanto isso te trago
    um chocolate pra adocica
    seu doido coração.

    Amo sua visita.Grata pela presença por lá. Já te sigo menino!

    Bjss!

    Feliz Páscoa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ué, mas é para isso que
      me convidam, commer canjica.

      Enfim, o que tiver na mesa,
      com certeza, eu traço.

      Beijos, garota. Feliz Páscoa.


      .

      Excluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.