sexta-feira, 30 de março de 2018

A VINGANÇA DA COR.

   
      Minha pele é negra, minha alma é negra e o país de onde fui arrancado também é negro. Fora isso, só os meus dias e o  meu futuro não têm cor.  Quando chegaram ninguém me perguntou se eu gostava disso ou daquilo, não me disseram o que fariam do meu passado, da minha história. Não perguntaram se eu tinha sonhos e desejos porque, se direito a fala eu tivesse, diria; não sei.  Não sei, porque também não me perguntaram.  E se não perguntaram foi porque já sabiam a resposta. O que acham que eu responderia se me perguntassem se quero deixar minha terra, minha pátria, minha gente, em detrimento de um mundo de boca grande e ouvidos tapados. Um lugar onde se usa o açoite em lugar de bom senso? Quem disse que eu desejava ir mar afora sem pressa ou tempo de chegar? Ninguém.  Ninguém me perguntou coisa alguma, nem mesmo se eu tinha dinheiro para um lanche, para uma casa onde guardasse o nada que a vida me reservava.  Nada, nada me deram ou me ofereceram em troca da vergonha que senti quando, pela primeira vez, lenharam meu corpo, humilharam a minha cor.  Quem sabe não eram os trapos que vestiam o escravo que me tornaram o que havia de puro em seus corações? Por isso, repito, nem as madames e suas filhas esfregando as pernas brancas como algodão em minha cara eu as possuí por prazer. Fi-lo para não apanhar. Fi-lo na certeza que pretendiam trair seus maridos  com o que havia de mais torpe e vulgar nessa terra maldita; o negro.   Por mais que a mim causassem dor, por mais que privassem de mim a liberdade e que tirassem o repouso que corrigiria minha espinha, não terão como seu o que tenho de grande, grosso e viril, no meio das minhas pernas, e, querendo ou não, ele é livre. Negro sim, porém, livre.  Livre para dar às mulheres dos meus carcereiros o prazer que lhes negam. E negam porque o roubam de entre as coxas das negras da gente.  Ninguém, nem as esposas brancas e as filhas de bochechas rosadas que lambem com seus olhos a virilidade que tenho, me alforriam para ir ao cinema,  à praia ou caminhar pelo parque nas tardes quentes de domingo. Os senhores para quem garimpei as riquezas me olham como se vissem excremento de gado, ao passo que na senzala lambem de cabo a rabo nossas irmãs, mulheres e filhas.  Pode até ser fraqueza da minha parte, mas não guardo rancor de quem açoitou minha carne, engravidou moças da minha cor e depois assassinaram seus filhos bastardos, porque nós, os negros, continuaremos dando às suas esposas o direito de gemer, de gritar e até de chorar, com um açoite grande como um braço, duro como um punho e preto como a noite vomitando dentro de si.  

45 comentários:

  1. Olá Silvio,
    votos de uma boa Páscoa para si!
    infelizmente a escravidão não terminou e não se limita a conceitos de cor, vemos isso todos os dias com imagens que nos entram pela janela das televisões e nas páginas dos jornais
    quem recebe bombas do céu que tudo lhes destrói, e tem de fugir, também é escravo e ninguém lhe pergunta que se quer deixar a sua terra e atirar-se ao mar
    quem vive no medo da fome, dos roubos e dos espancamentos não decidiu a sua sorte
    não podemos sempre acusar os homens do passado quando o presente nos aflige com
    triste destino o de muita gente, nos nossos dias

    que a época da Páscoa traga esperança e sentimentos de partilha renovados
    abraço
    Angela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro quando você
      aparece por estas
      bandas, Angela querida.

      Beijos.


      .

      Excluir
  2. Bom dia. Gostei de ler :))

    O Brincando com as palavras DESEJA-VOS: UMA SANTA E FELIZ PÁSCOA, EXTENSIVO AOS VOSSOS FAMILIARES E AMIGOS.
    .
    Bjos com carinho e estima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hoje vc falou à beça,
      hein!

      Beijos, boa páscoa.

      .

      Excluir
  3. Gente!
    Bravissimo!
    Esse Palhaço Poeta está escrevendo
    que é uma delícia, ops
    quero dizer, uma beleza.
    Bjins e Abraço.
    CatiahoAlc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo fala o que
      amigo gosta de ouvir,
      portanto, beijos e
      brigadim...

      Boa Páscoa, amiga.
      Beijos ao casal.

      .

      Excluir
  4. Respostas
    1. J'aime ta présence.

      Bisous et bonnes Pâques.


      .

      Excluir
  5. Feliz Páscoa amigo para si e familia! Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beijos achocolatados,
      meu anjo.

      Feliz Páscoa também,
      Patrícia.

      .

      Excluir
  6. Sempre grandi difficoltà per chi ha la pelle di un altro colore...
    Tantissimi auguri di buona Pasqua, Silvio, silvia

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. Siamo tutti schiavi, amico mio. Tutti. Eppure.

      baci.


      .

      Excluir
  7. Uauuuuu que texto!!!! Amei do princípio ao fim. Infelizmente, como alguém já disse, ainda existe escravidão e, atualmente, pior do que no passado, pois vai além da cor, da raça e da classe. Fere a dignidade total do homem, são atrocidades, não apenas com os negros, mas com todos, com nossas crianças, adolescentes, idosos, nossos direitos e nossos valores.
    Beijos carinhosos e uma Páscoa bem feliz e abençoada e grata pelas visitas aos meus espaços, amo quando me visita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lúcia, meu amor. Como você
      me faz importante. Jesus,
      que alegria você me causa.

      Beijos e boa páscoa também.

      .

      Excluir
  8. Oi Silvio :)
    Na verdade...uma vingança e tanto!
    Um desabafo sincero
    e coerente...
    Infelizmente existe
    escravidão contemporânea...
    Beijos e uma feliz Páscoa \o/


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há muito eu te esperando
      no portão, sabias?

      Tu és o tipo de amigo
      que pode até não vir à
      festa, mas não falta na
      hora da limpeza.

      Um beijo, amiga e boa
      Páscoa.

      .

      Excluir
  9. Meu grande amigo, palavras cortantes de uma página infeliz da historia, uma dívida que não se paga, um assalto á alma de gente que só queria cuidar dos seus em seus lares.E o pior veio com o abandono até hoje e ainda mantendo uma nojenta discriminação.
    Bravo amigo um texto para compartilhar.
    Uma Feliz Páscoa com uma paz no coração.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Toninho, poeta fala desse
      seu jeito, sabia? São pa-
      lavras que levantam a pes-
      soa por mais para baixo que
      esteja.

      Um beijo grande desse seu
      admirador e amigo.

      .

      Excluir
  10. Momentos da História passada que o presente não deixa esquecer.
    Gostei muito do seu texto.
    Desejo-lhe uma Páscoa feliz.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aquela gente, Graça, não sabia que
      a liberdade doesse mais do que a
      escravidão propriamente dita,
      pois, tão logo beijaram a carta
      que os alforriava, descobriram
      que antes havia onde dormir, onde
      comer e onde beber, e só depois
      perceberam o peso dos grilhões que
      arrastariam pelo resto de suas vi-
      das.
      Até nós, que negro não somos, os
      arrastamos por onde quer que vamos.

      Um beijo, Graça e boa páscoa.

      .

      Excluir
  11. Oh Silvio, tudo evoluiu nesse mundo, menos a mentalidade dessas criaturas que cultuam a escravidão.Gostei imenso do seu desabafo.

    Sou negro,
    Tenho alma,
    Tenho massa cinzenta,
    Tenho sangue rutilante.
    Tenho um coração que bate no peito
    gritando por igualdade.

    Meu arcabouço
    Não difere dos demais.

    Não é a cor da minha pele
    nem a fibra do meu cabelo,
    que ditam a minha dignidade.

    Sou negro!
    Sou autêntico!
    Sou gente e sou capaz
    Serei asim tão DESIGUAL?

    Diná Fernandes
    Feliz domingo pascoalino!
    Bjão no coração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, que coisa linda.

      Beijos e boa páscoa.

      .

      Excluir
  12. Olá Silvio, pela porta da frente estou cá;
    para te desejar uma Boa Páscoa e uma boa entrada
    de mês.
    PAZ E BEM.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal, você veio
      me trazer bons votos
      de boa páscoa. Adorei.

      Beijos.

      .

      Excluir
  13. réciproque donc j'aime aussi ta présence sur mon blog bisous

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma beijoca com
      sabor de chocolate
      ao leite, Amandine.


      .

      Excluir
  14. JOYEUSES PAQUES IT IS HAPPY EASTER
    BISOUS SILVIO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. J'ai adoré passer Pâques
      avec toi.

      Un bisou et merci.

      .

      Excluir
  15. Ola, Sílvio!
    “Bem-aventurados os pobres em espí-rito, pois deles é o Reino dos Céus. Mateus 18:4. Portanto ... Porquanto todo aquele que se vangloriar será desprezado, mas o que se humilhar será exaltado!”
    Mt 23,12
    Foi o que me veio ao coração ao ler seu texto tão bem escrito.
    Seja muito feliz e abençoado nesta Páscoa junto aos seus amados!
    Abraços fraternos e fetivos de paz e bem

    ResponderExcluir
  16. Olá amigo, um texto forte, verdadeiro e dolorido. Alguém escreveu que só existe duas terras. A dos vivos e a dos mortos. Para que querem a discriminação se somos todos iguais. Um texto que me doeu muito. Beijos com carinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Botei para fora
      o que não cabia
      mais em mim; a
      indignação por
      conta de tanta
      crueldade que fa-
      zem conosco. Bran-
      cos ou não.

      Beijos e brigado,
      Rosa.

      .

      Excluir
  17. Texto maravilhoso, gostoso de ler.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiquei honrado por
      tê-la agradado como
      disse.

      Um beijo lenalima.

      .

      Excluir
  18. momentos tristes do passado.
    achei este texto muito forte.
    obrigada pela visita.
    boa semana.
    beijinhos
    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também gostei de
      te ver por aqui, meu
      anjo.

      Uma beijoca.

      .

      Excluir
  19. Obrigada pela visita.O preconceito é lixado! Quem tem poder e não sabe usá-lo, deveria ficar sem ele. Também existem muitos tipos de escravidão! E, lembro-me desta imagem pertencente à cena de uma boa telenovela, bem realizada!"Liberdade,Liberdade"
    Beijo e bom dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembro-me da novela
      em questão.
      Um beijo e obrigado
      pelo comentário.

      .

      Excluir
  20. Não por acaso Silvio Afonso é um mestre. Texto forte mas bonito, verdadeiro. Ainda o preconceito é uma ferida aberta e ainda muitos negros não tem consciência do que estão passando. Tenho orgulho de ser seu amigo. Paz e poesia !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fico envaidecido de ler
      o que o amigo escreve.
      Um abraço e muito obrigado.

      .

      Excluir
  21. Gracias por tus comentarios he vuelto a subir poesias despues que ese individuo me amenazo de dinunciarme por robarle los poemas lo que paso es que yo no los tengo registrados ya que es caro y solo dispongo de una misera pension de minusvala .
    El las ha cogido y registrado como suyas.
    Besos

    ResponderExcluir
  22. Infelizmente ainda se vê muito preconceito por este mundo fora, triste realidade...
    Beijinho

    doce-branca.blogspot.pt

    ResponderExcluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.