sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

LINDO JEITO DE AMAR...

    A reação que o gozo provoca nas pessoas continua causando discussão, principalmente os das mulheres. Certos homens provam, ao ejacular, terem chegado às vias de fato ao passo que certas mulheres acabam em convulsão. Tem gente afirmando que um grande número de mulheres finge ter um orgasmo enquanto o homem, nem sempre. 
Eu digo nem sempre porque eu mesmo já fingi. 
Tem homens que gozam durante as preliminares enquanto outros levam um tempo muito maior para se satisfazerem dando a parceira mais tempo de se ajeitar dentro do processo. Dependendo da parceira o cara chega a ter vários orgasmos durante a transa e em alguns casos o gozo múltiplo é possível ou eu mesmo, se não fosse verdade, teria me internado para tratamento.
Depois de gozar a mulher se deixa em Standby, mas dependendo da virilidade do parceiro, logo estará disposta às novas investidas. Os homens que gozam uma vez ou aqueles que gozam a transa inteira têm o momento pós gozo bastante parecido. Em ambos os casos o macho relaxa e dependendo da parceira e do ambiente, pode até adormecer. Isso não é sinal de fraqueza; é do homem. Até o dia seguinte o humor dos participantes se mantém leve,  sorriso grande nos lábios enquanto a pele viça rejuvenescida. O melhor que eu vejo nesse gol a favor é a valorização que damos a vida e, por conseguinte a felicidade e a paz que as mulheres conquistam para tocarem a dureza da vida.
Eu diria que um bom orgasmo as faz desabrochar como flor, enquanto o homem...
Bem, neste caso eu estaria legislando em causa própria se dissesse que nos sentimos poderosos, atléticos, tipo semideus, o que nos tornaria, modéstia à parte, machos contumazes. Já as mulheres, não por arranharem, morderem o travesseiro, gritarem ou chorarem, como fizeram as que eu tive o privilégio de conhecer, provam, fazendo isso, que o gozo está chegando. Nem sempre isso é tão verdade como o prazer que a elas é permitido. Uma relação sem pressa, sem medo e sem pecado entre casais de boa saúde, proporciona à mulher o direito de encerrar o ato até fingindo que gozou, já que seu gozo faz melhor ao homem do que a ela propriamente dito. Quando o homem leva a mulher ao orgasmo dificilmente ela badalou sozinha aquele sino. Sempre tem a parceria carinhosa e inteligente de alguém que de mãos dadas a leva passear pelo jardim do paraíso enquanto o orgasmo abre suas asas sobre os dois.
Alguns casais, não muitos, se dão ao luxo de chegar às vias de fato ao mesmo tempo. Isso é sintonia fina. É bingo! É o tiro certeiro. É flecha cortando o vento rumo à mosca preta do tabuleiro.
De toda forma é necessário continuar os estudos sobre a matéria, mas sem esquecer-se da prática, e de preferência gritar às sete curvas do mundo os resultados conquistados, não calando como vem acontecendo. 
Gozar ou não gozar não é a questão, mas o prazer adquirido há de se convir que não tem preço.


6 comentários:

  1. \0/Caro Palhaço Poeta,\0/
    Eu leio você sem interrupção e há mais tempo
    que se possa imaginar e admiro sua coragem
    de dar enfoque a várias nuances de assuntos
    variados e polêmicos, sem muito mistério
    mas com seriedade.
    No assunto orgasmo, penso ser
    necessário tanto o homem quanto a mulher
    terem de conhecer a si mesmo,
    só assim o prazer é pleno.
    Ouço muitas histórias de seres tão
    preocupados com o outro que se anulam,
    daí a margem para o fingimento em favor
    do outro.
    Entendo o ser humano completo e o outro
    "somatória e não objetivo único".
    O sexo é algo extraordinário e uma
    vida sexual sadia e satisfatória para os "envolvidos"
    é uma "fantástica dádiva".
    \0/Adorei ler mais essa postagem sua.
    Obs:Acabei de ler pro Al, tanto a postagem
    quanto meu comentário.
    Bjins
    CatiahoAlc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente quando se fala de pessoas casada,
      o que não é o caso, mas, com certeza funciona com os nubentes. Quanto a fazer a vontade do outro eu acho
      necessário, mas depois, por favor, não esqueça de se
      fartar.

      Obrigado por ter vindo, por falar o que vai na sua alma
      e por ser minha amiga querida.

      Beijos,

      .

      Excluir
    2. Sexo por obrigação
      é algo triste e feio, mas
      existe.
      Por necessidade biológica
      é humano.
      Sexo/orgasmo é algo para ser pleno
      e para se fartar sempre.
      Ter a consciência do próprio corpo
      independe de se viver com alguém/casados
      ou de se ter alguém fixo.
      Vida sexual ativa e com auto conhecimento
      é fantástico.
      Num é? Poucos versam sobre esses assuntos
      de forma séria e verdadeira, sempre há
      a a desculpa de que é um assunto entre paredes.
      Sem discussão ou seja sem falar sobre o assunto
      é uma forma de fuga e por isso tem gente morrendo
      de fome e sede a beira do paraíso por falta do tal
      auto conhecimento ou dando margem para o fingir e até o trair, nada justifica, mas o ser humano é assim
      escorregadio...
      Brigadin pela prosa boa.
      Agora sim, bom fim de semana de nós 2 daqui
      pra Ocês 3 daí.
      e
      Inté.
      CatiahoAlc.

      Excluir
    3. Se eu acho que demoro para me realizar no
      ato, começo as preliminares antes. Dou o
      prazer que a pessoa merece e precisa para
      depois me concentrar no petisco da recompensa
      que normalmente me serve como banquete.

      Beijos.

      .

      Excluir
  2. Num texto com esta delicadeza, direi que com o amor tudo está em sintonia, não é verdade?
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estava no portão, te
      esperando.
      Um beijo e obrigado por
      sussurrar no meu ouvido.

      .

      Excluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.