quinta-feira, 26 de outubro de 2017

SEMEADURA.

     

    Não vim abrir questão sobre política, religião e muito menos sobre a fé que nós, brasileiros, temos para sobreviver às mazelas eminentes. De uma forma ou de outra é preciso acreditar em alguma coisa e por que não crer nesse Deus que, segundo entendemos, nos deu essa terra maravilhosa de clima propício à semeadura do grão que transformamos no trigo que nos cala a fome. Infelizmente nos tem aparecido, desde que eu me "desconheço" como gente, algo ou alguém, digamos, de outro planeta, que nos passa a perna colhendo o que seria nosso sustento. Mas, graças a rapidez com que nos levam o resultado do nosso trabalho, sempre catamos o que deixam cair na sua rota de fuga, se não muito, mas o suficiente para, com sabedoria, ser dividido entre as famílias, nossos amigos e com quem tem fome. A vontade que eu tenho é de avançar na goela de quem tira do meu filho o passeio de final de semana, a pizza com os amiguinhos e os livros que não posso lhe dar. 
"Quando eu era pequeno sonhava poder ir ao cinema, mas papai mal fazia para o nosso sustento. Livros eu os lia na escola ou alguém me emprestava. Depois de velho fui a muitos teatros, todos os cinemas e a muitos eventos onde o livro era a razão do encontro. Isso sem gastar um centavo, uma vez que o governo, no intuito de justificar o sequestro do nosso dinheiro, garantia a quem estudou o que eu estudei o acesso a esses lugares".
Hoje eu queria (e quero) o melhor para o meu filho, mas me conformo em poder sustentá-lo uma vez que vivo em uma terra onde quem estudou é malvisto ou considerado incapaz quando aceita um emprego que nada tem a ver com o de sua formação. Isso é triste, é de levar às lágrimas. Talvez fosse menos vergonhoso ser gerente da boca de fumo, o chefe da quadrilha ou o mandachuva do pedaço. Como coragem eu não tenho e preparado para isso eu não fui, vou trabalhando e pedindo a Deus para não me deixar perder a fé no meu trabalho e na honra que tenho de ainda poder ser honesto.

24 comentários:

  1. Seu texto reflete o pensamento
    das pessoas honestas.
    Confesso que alimentei a
    "ilusão" de que o mundo
    caminhava pra frente,
    todavia do jeito que
    estão levando a
    desadministração publicação...😥
    Perfeito seu e esse titulo
    "SEMEADURA".
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente conversou a respeito
      por telefone e o que eu acho
      e falamos não quero expor neste
      espaço por causa das consequências.

      Um beijo, Cátia e muito obrigado
      por ser quem tem sido durante o
      tempo que a conheço.


      .

      Excluir
    2. Ops.:
      retificando ou
      acertando:
      ONDE
      escrevi publicação
      eu escrevo
      administração.

      Excluir
    3. Está tudo bem, meu amor.
      A gente quer saber do
      conteúdo e não da embalagem...
      Um beijo para você e seu amável
      esposo.


      .

      Excluir
  2. Um belo exemplo de que tudo é possível mesmo que haja sacrifício!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente concorda em
      tudo, pelo que vejo,
      minha cara e doce Gracinha...

      Beijos e obrigado por
      comentar o texto.


      .

      Excluir
  3. também peço a Deus para que não perca e fé no seu trabalho e que possa continuar a vida sendo honesto :)))
    claro que essa prece também me diz respeito a mim, não iria ficar de fora se tento espalhar a palavra aos outros !
    boa semana para si
    Angela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, querida.
      Um beijo e obrigado
      pelas palavras, sempres
      gentis...

      .

      Excluir
  4. Thank you for dropping by my blog and commenting... I hope you have a nice upcoming weekend xox

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para você também eu desejo
      o mesmo. Obrigado também
      por dar o ar da sua graça
      nessa aldeia.

      Um beijo.


      .

      Excluir
  5. Olá Silvio!
    Que alegria ler seus textos, sempre muito inteligente. Se você me permite gostaria de expressar o que mais chamou minha atenção no seu texto, que foi quando você disse que neste país somos malvistos quando aceitamos um emprego que não tem nada a ver com nossa formação. Engraçado que eu estava pensando exatamente neste assunto nesta semana, mesmo que o salário seja superior ao que teríamos no emprego de nossa formação, sempre haverá aqueles que não hesitarão em nos considerar ‘incapaz’.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente tem sido refém desse
      negócio aqui, nessa terra sempre
      adorada, mas que há muito deixou
      de ser nossa.
      Foi um grande prazer ter seu comentário
      na minha, digo, na nossa página.

      Um beijo e obrigado, Neiva.



      .

      Excluir
  6. Afonso
    Honestidade é riqueza que muitos não tem . Preservemos ! Pois não existe mais encantamento e sim batalha árdua . A semeadura germinará um dia .
    abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você, como eu
      e muitos, graças a Deus,
      ainda pensa desse jeito.
      Um beijo, bom sábado, bom
      domingo e até de repente,
      quem sabe.

      silvioafonso


      .

      Excluir
  7. Oi Silvio uma boa reflexão um desabafo. Bom que as palavras as vezes serve de acalento. E tudo isso que vc bem expressou aqui é a realidade chegou o tempo em que ser honesto às vezes parece até vergonhoso. Amei sua doce e amável visita. Sucesso pra vc seu blog sua vida e família.abcs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ouvir a voz de quem vive
      e viveu momentos diferentes
      é bom, é ótimo é fundamental.
      Um beijo, Nal e obrigado por
      vir dizer o que pessoas do bem,
      como a gente, pensam.

      silvioafonso



      .

      Excluir
  8. Very nice Fashion Amazing post, I like photos visit here my blog post and Leave your comment here

    Thanks for comment my post on my blog!
    I'm following your nice blog. Can you follow mine? Thanks
    Packers and Movers Bangalore

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. I will follow yours with great pleasure. Thank you for the warmth of your words. A kiss.

      Excluir
  9. Querido hermano..soy argentina y me vi en ti, tan reflejada.
    Escuche en ti, mis palabras tantas veces expresadas en silencio.. otras entre amigos esgrimiendo sobre el mismo tema.
    Deseamos que nuestros hermosos pueblos vuelvan a ser lo que nuestros abuelos y padres nos enseñaron.
    Nos supieron transmitir el "valor de las palabra ".. el " apretón de mano ".. Gestos hoy, que al menos en mi país han perdido validez. La honestidad y la sinceridad casi no se registran en nuestra sociedad.
    Si, todo aquello que nos habla de corrupción, robo,impunidad.. todos esos valores, que tanto me cuesta explicarles a mis niños y adolescentes. Hacerles entender que por ese camino, vamos mal.

    Ojala nosotros todabia estemos a tiempo de cambiar nuestra actual historia, y por el bien de nuestras futuras generaciones.

    Enorme abrazo Silvio, desde argentina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estoy contento de haberme conmigo, me amaré porque nosotros, que dirigimos nuestros países a la costa, estamos cansados de hablar con las personas equivocadas.
      Un gran abrazo y muchas gracias.

      silvioafonso



      .

      Excluir
  10. Um texto muito reflexivo, em jeito de desabafo. Vale sempre a pena a pessoa ser honesta, mesmo que à nossa volta tudo se desmorone...
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que delícia te achar por aqui,
      criança. Adorei, como sempre.
      Um beijo também e obrigado.


      .

      Excluir
  11. Olá, Silvio, como vai você? Seu belo e comovente texto fez-me lembrar de Rui Barbosa:

    VERGONHA:
    De tanto ver triunfar as nulidades,
    de tanto ver prosperar a desonra,
    de tanto ver crescer a injustiça,
    de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus,
    o homem chega a desanimar da virtude,
    a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto.
    - Rui Barbosa-

    Beijo, bom vir aqui, também.
    Muito obrigada! Uma feliz semana.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi uma boa lembrança essa sua,
      minha querida amiga. Até porque
      Rui Barbosa era um polímata, um
      grande jurista, belo advogado,
      político fervoroso, diplomata capaz,
      escritor dos melhores, filólogo na
      excepção da palavra, jornalista de
      ótimas ideias, tradutor de outros
      idiomas e um agradável orador. Portanto,
      como eu disse; foi uma bela lembrança
      que você, Tais, trouxe à esta página que
      agora também é sua.

      Um beijo e obrigado por ter vindo e
      comentado sobre os meus rabiscos.

      silvioafonso



      .

      Excluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.