quarta-feira, 16 de agosto de 2017

SEU NOME É SAUDADE...

   Hoje eu acordei com uma saudade tão grande daquela moça que até chorei de soluçar. Foi difícil acreditar que tivesse tido coragem de arrumar suas coisas e sem saber que deixava um rastro de tristeza deu às costas e sumiu na poeira do tempo. Naquele dia não só eu chorei a sua ausência, mas todos que tão bem ela soube cativar. Não foi de agora que me dei conta do quão misericordioso foi nosso Deus nos presenteando com a sua presença, pois foi com ela que aprendemos o verdadeiro sentido da alegria. Foi com ela que soubemos o que é resguardar de companhia duvidosa aqueles a quem amamos, como também ela nos ensinou a valorizar uma longa viagem, mesmo que cansativa ou um simples passeio se estivesse conosco. Ah, minha jovem! Ninguém jamais fez melhor festa para me receber, para receber sua irmã e principalmente para ter sua mãe ao seu lado, como você fazia quando chegávamos à casa. Ninguém colocou tanta certeza nas minhas dúvidas, tanta alegria nas minhas tristezas e tanta saudade no meu coração como você consegue. Eu sei que voltar deve ser impossível, mas se um dia você achar que o nosso amor é suficientemente verdadeiro, por favor, não se acanhe. Volte pra casa que estaremos no portão onde você nos deixou, de braços abertos a sua espera.

12 comentários:

  1. Bom estar aqui...

    Que lindo... Saudade é inexplicável...

    Aconteceu um probleminha com a lista de blogs que eu sigo, por isso estou seguindo de novo.

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário. Quanto ao sujeito oculto o seu nome é Babi, minha pequena poodle. Faz tão pouco tempo que Babi foi embora que, por achar que fui eu e não ela quem morreu, sinto como se ela estivesse ao meu lado quando estou sozinho.

      Excluir
  2. "ninguém colocou tanta certeza nas minhas dúvidas, tanta alegria nas minhas tristezas e tanta saudade no meu coração como você consegue " que bonito! é um mestre no uso da língua portuguesa :)))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não fala assim, minha doce portuguesa
      ou roubarás de mim o direito de errar.
      Um beijo e obrigado pela presença,
      principalmente pela beleza de suas
      palavras.

      silvioafonso

      .

      Excluir
  3. Olá, Sílvio Afonso!

    Já senti tantas saudades nesta vida e de tantas diferentes causas... algumas me fizeram chorar, outras me apavoraram, muitas despertaram meu tesão, masoquista de carteirinha que sou.
    O saldo do que aprendi com elas é que é importante senti-las, seja lá como venham e o que tragam... e jamais esquecê-las.
    Abraço!

    {W_[amar yasmine]}

    http://werthereamaryasmine.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Delícia de comentário...
      - Por que não volta outras
      vezes?
      Um beijo, se for de beijar,
      e um abraço de boas-vindas.

      silvioafonso
      .

      Excluir
  4. Bom dia Silvio, sempre um prazer adentrar na sua casa para ler seus magistrais contos, essas saudade infinda até doeu no meu coração. Tomara que sua musa escute seus apelos.
    Sentindo falta da sua visita na minha humilde página.

    Desejo um domingo azul!
    Bjs no coração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, como costumamos dizer,
      ela haverá de ouvir meus lamentos.
      Babi foi muito mais do que alguém
      possa acreditar, pois foi doce,
      carinhosa e muito faladeira sem jamais
      ter dito uma palavras. Eu me arriscaria
      dizer que Babi foi melhor que a maioria
      das pessoas que conheço.

      Um beijo e obrigado, sempre, pela presença e
      pelo comentário gentil e carinhoso.

      silvioafonso


      .

      Excluir
  5. Como dizia o nosso poeta: Esta palavra saudade, sete letras de ternura, sete letras de ansiedade, e outras tantas de aventura...
    Gostei do seu texto.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graça Pires. Seu nome
      favorece a sua presença.
      Um beijo de agradecimento.

      silvioafonso


      .

      Excluir
  6. Caro Palhaço Poeta,
    Como você enfatiza "eu e minha opiniao não contamos". Entretanto seus leitores se sentem orfãos quando Vc por qualquer motivo mesmo que "justificado" os priva de suas
    Impares postagens. Recebo muitos
    E-mails com esse assunto...
    Apenas junto meu comentário a "seus" leitores. Sabe que meu compromisso é com a "palavra".
    Catiaho Alc.
    Bjins

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe se enrubesço se suas
      palavras me pintam a cara.
      Obrigado pela amizade.

      silvioafonso


      .

      Excluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.