segunda-feira, 12 de outubro de 2015

PONTO DE CRUZ.

Clodovil Ernandes apresentou ao público brasileiro um jovem
cantor americano de voz  aveludada e que no futuro, a partir daquele momento, iria comover os mais apaixonados. Foi Clodovil, a primeira pessoa de quem ouvi falar de Groban, um cantor que tinha na voz o compromisso das cigarras e na interpretação a beleza dos rouxinóis.  Mal  terminara o programa que Clodovil mantinha na TV e  seus telespectadores, uma legião de admiradores e amigos, fazia fila em busca do CD que por sinal ainda não tinha chegado às lojas. Outras filas se formariam diante da bilheteria dos cinemas para ver em "Cinema Paradiso" Groban cantar a beleza de que Clodovil tanto falava. Depois do que  disse o apresentador daquele intérprete, o mundo nunca mais foi o mesmo. O amor se esparramou por entre nós e a vida se tornou melhor.    Josh Groban foi o melhor presente que Clodovil nos deixou depois da coragem que teve ao declinar sobre a sua homossexualidade, segredo guardado até quase completar sessenta anos de idade.  Ninguém tinha dúvidas quando a sua orientação sexual, mas esse gesto fez dele porta-bandeira da militância. Um homem de vida pública com passaporte à mídia a qualquer tempo poderia ter erguido essa bandeira  bem antes em defesa dos seus iguais e como homem de imprensa podia ter aberto um espaço no seu programa para dar voz aos que não tinham como têm agora. Mas ele não o fez.  Talvez por conta dos seus fantasmas que arrastavam pesadas correntes por sobre um assoalho corroído pelo tempo e também por medo de perder o público que amava, o que foi provado, jamais aconteceria.    Hoje em dia as revistas e os jornais, volta e meia, homenageiam o apresentador e artista da costura, o polêmico político que se foi faz tempo, deixando o seu lugar para que outros tentassem fazer melhor enquanto em mim ele deixa  saudade. Saudade do irreverente mágico da costura que também era o mais belo político. Um muso das passarelas.    Descanse em paz, costureiro da fama, apresentador da gama, político da controvérsia.