quarta-feira, 29 de outubro de 2014

TRISTEZAS DO JECA.

Eu não acredito que os  nortistas e os nordestinos, os desinformados e os que lucram 
com o, "quanto pior, melhor", tivessem a coragem de matar o sonho da metade dos brasileiros, como também não tenho certeza de que foi a maioria dessa gente  responsável por uma boa parte dos 40% dos votos do Sul, dos 54,94%  do Rio e dos 52,41% de Minas, que resultou no saque da arma, no engatilhar, no apontar e na ordem do fogo, cujo tiro certeiro feriu de morte o pobre trabalhador assassinado-lhe o sonho.
Talvez em  2026 eu, se  ainda estiver vivo, volte a votar. Isso se o Lula, que até lá continuará presidente, não incorporar o espírito do Chaves eternizando seu próprio mandato. Aí eu e o resto do Brasil votaremos, não em benefício próprio, mas como quem oferece a outra extremidade da vara na intenção de salvar aqueles que sucumbem no atoleiro.