terça-feira, 22 de julho de 2014

NO XADREZ

A morte tem rondado os meus amigos e antes que mais um 
se vá eu quero dizer, se é que tenho tempo, que viver é maravilhoso e com esses com os quais divido os meus momentos é melhor ainda, mas viver agradando a todos e por eles sendo agradado é muito difícil, porque a vida não é só ar, água e comida.  Viver vai mais  além do que temos consciência. É preciso que sejamos escolhidos pelos amigos e que eles sejam o resultado da nossa escolha, mas isso requer tempo e muita perspicácia.  Para viver é preciso esquecer as doenças, as investidas que não dão certo e da morte, então, é que não nos devemos lembrar. Viver é jogar um jogo onde a metade das peças do tabuleiro são de sua responsabilidade. Você é livre para percorrer todas as casas não importando a cor e para que lado queira ir, mas a você é vedado o privilégio de passar sobre os outros. De pular as regras, de matar ou morrer sem que a oportunidade para tal venha aparecer. Você é o senhor, o mandatário, o rei. A você é ofertada a vida com tudo o que há de necessário para sobreviver no lugar que escolher e até ser feliz terá chance, mas o momento exato do xeque mate a você será negado saber.  Por isso alguns reis sucumbem à fortaleza de uma torre, sob os cascos de um cavalo, à prepotência de um bispo ou aos pés de um simples peão. Nada é maior do que seus sonhos ou mais fraco que os seus desejos. Vamos, portanto, jogar o jogo, mas não esqueçamos que a regra é para todos e deverá ter de todos o respeito que ela exige pois só assim teremos a certeza de que, se você não perder, o outro, com certeza, de você não ganhará. 
E viva a vida!

13 comentários:

  1. Sabe silvioafonso,
    Até mes passado somente
    alegrias nos dividíamos.
    Agora de duas semanas para cá
    pudemos dividir duas nossas tristezas.
    Obrigada pelo braço estendido
    para o abraço em conforto
    e por ser esse amigo para
    todas as horas.
    Nós te amamos, bem como
    amamos vocês três.
    Obs.:li esse belo texto para o Al,
    agora cedo ainda na cama.
    Bjins meu amigo.
    CatiahoAlc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu soube do caso e fiquei
      triste com vocês...

      Beijos ao casal.



      .

      Excluir
  2. Uma reflexão muito oportuna- somente considero que a consciência da morte é um elemento fundamental para o desenvolvimento de todas as qualidades requeridas no texto. Penso que a VIDA, experenciada em plenitude, incluiu (sem mistificações) a consciência da morte como parâmetro. Muito carinho e um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No metrô de NY pude ver o povo,
      um dos mais bem informados, de
      cara fechada, introspectivo.
      Concluí que o ser humano é triste
      por natureza, talvez por ser o único
      animal que sabe que vai morrer.
      Por
      isso, Andrea, eu disse que devemos
      esquecer a morte e não constranger
      a vida.
      Beijos e muito obrigado pela visita
      e pelas palavras sensatas.



      .

      Excluir
  3. Oi Silvioafonso :)
    Sim, viver é maravilhoso, e que saibamos usufruir da companhia agradável e colorida de nossos amigos enquanto os temos por perto, pois a morte é um enigma, que quando chega e leva quem amamos, o mundo fica cinza por um bom tempo.
    Achei maravilhosa sua crônica. Uma das minhas preferidas até hoje.
    Bjs e um bom dia \o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pensei que não vinhas,
      mas no fim das contas
      tu deste sinal de vida
      desabrochando em mim
      essa alegria que tu vês.

      Um beijo de agradecimento
      e de amizade.






      .




      .

      Excluir
  4. Gostei da leitura
    Mas melhor nem pensar muito! Quando tiver de ser, será.

    Beijinhos


    Coisas de Uma Vida 172

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então continuarei
      escrevendo para
      você ler e comentar.

      Beijos, Cidália.



      .

      Excluir
  5. Meus sentimentos pela perda de seus amigos, Silvio.
    Texto lindo e cheio de verdades. A gente precisa aprender a viver o momento sem muitas indagações, porque de repente, a gente pode encontrar as respostas mais cedo do que pensávamos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem hora que a vida parece
      um jogo e quem joga comigo
      tem me roubado, sabia? Pelo
      menos faltam algumas peças
      no lado esquerdo do meu
      tabuleiro e eu não me desfiz
      delas. Pelo menos que eu
      me lembre...
      Beijos.


      .

      Excluir
  6. Gostei muito de o ler. O mistério da condição humana reside na sua liberdade. É queda e é voo...
    Um abraço, amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou feliz com a sua
      presença e com o comentário
      lógico e carinhoso.
      Um beijo e obrigado, Graça.


      .

      Excluir
  7. Belo texto, amei mt, já dizia Charles Chaplin: Bom mesmo é ir a luta com determinação,
    Abraçar a vida e viver com paixão,
    Perder com classe e vencer com ousadia,
    Porque o mundo pertence a quem se atreve
    e A VIDA É MUITO para ser insignificante.
    Bjsssssssssss...e ñ se esqueça... cuide-se!!!

    ResponderExcluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.