sexta-feira, 23 de maio de 2014

POR ELA...

Ela pegou a minha mão e pressionou espalmada   
contra o próprio  peito.  Seu coração, contrariando o que dizia, batia com a suavidade das brisas, enquanto o meu saltitava como cavalo chucro.  Para ela ter a minha mão sobre os seus seios  parecia algo corriqueiro, não sei, mas em mim causou tamanho reboliço. Talvez minha coragem não me levasse aquele extremo, mas se sonhar, como faço agora, não me custa tanto, ah, deixem-me sonhar se já o faço por deleite sem modéstia ou vaidade. Quantas vezes eu já tive essa mulher em minha cama sob o fogo ardente dos meus desejos e nada fiz? Quantas outras vazamos por entre as flores e nem cogitar a chance de roubar a pétala de um dos beijos dela eu me atrevi? Quantas vezes debruçado na janela do meu quarto me deixei a vida inteira para vê-la e por ela, de quatro, a catar migalhas de um sorriso de bom-dia que semeava eu me vi? Mal posso me lembrar do seu andar cadenciado, gingado, brejeiro e gostoso sem babar como um camelo apaixonado. Andar de quem desfila se negando caminhar. Assim tem sido a minha sina.  Meu coração já não é outra coisa senão uma grande passarela, um tapete vermelho por onde pisa com pés de anjo aquela que faz de mim um tonto, um bobo, um louco, um homem normal como todos deveriam ser e se não são é porque não a têm sob os seus olhos como eu.  

19 comentários:

  1. perdi-me dentro de mim, e esqueci de ficar na janela pra ver meu amor passar..

    bjs.Sol

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. .

      Quando você sumiu me deixou
      triste. Agora me adoça a alma
      com tão belas palavras.

      seja bem-vinda, de volta, querida
      amiga.



      .

      Excluir
  2. Boa tarde

    Texto maravilhoso, este!

    Beijo
    Bom fim de semana,

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. .

      Quando você fala pouco
      é quando mais me arrepia.

      Beijos, amiga Cidália e obrigado.





      .

      Excluir
  3. Olá Silvio,
    Saudade dos seus posts!
    Bonito texto que mostra um sentimento forte e irrequieto...
    Você consegue alinhar as palavras com a emoção.
    Poetas são grandes sonhadores... muito linda sua escrita.
    Bjs e ótimo final de semana :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Clau...
      Se eu saísse à rua do jeito que
      suas palavras me deixam todos
      ririam do cara empertigado e
      metido que você me deixa.

      Um beijo e obrigado.




      .

      Excluir
  4. Isso é paixão, amigo... Muito bom o seu texto.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. .

      Paixão?
      Ufa, que bom que alguém
      acha o que eu acho.
      Beijos, Graça e obrigado
      pela presença, pelo comentário
      e pela amizade.



      .

      Excluir
  5. Respostas
    1. .

      Ei-los, minha cara e doce
      amiga. Ei-los.

      Beijos do amigo saudoso.




      .

      Excluir
  6. Bom dia Poeta!
    Nessa linda sexta feira,por aqui em mais um feriado
    comemorando o dia do solo espiritusantense,
    dia lindo, ceu azul e eu tenho a alegria de
    poder ler mais esse belo texto.
    Viva a musa desse texto, Moça pela qual
    você homem poeta apaixonado se arriscou em
    em um tudo ou nada para ao lado dela viver
    seus melhores dia de vida.
    Amo sua coragem de viver e especialmente
    de se expor através desse belo e ousado texto.
    Viva a Moça Musa que o faz tão feliz todos
    os dias.
    Bjins meus e do Al.
    CatiahoAlc./ReflexodAlma

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. .

      Algumas coisas também sim,
      outras coisas também não.
      Você é minha puxa-saco e
      tentaria justificar meus erros
      ortográficos caso os encontrasse.

      Um beijo e até já, logo ou até
      não sei quando, pois depende
      do casal voltar ao Rio para nele
      rever o amigo que os ama.



      .

      Excluir
  7. Esse é o sentir de um grande amor que nos contagia a viver plenamente. Jamais deixe-o fugir... Siga-o... Persiga-o... Entregue-se... Amar não se adjetiva, apenas coloca-se o verbo em ação! Texto belo. Gostei de ler, aliás, como todos os que você escreve.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  8. Oi Querido, quanto tempo!
    Dei uma sumida do blog quando tive meu bebê mas agora estou voltando em um novo endereço e te peço que por favor siga lá tbm, afinal vc já era seguidora no outro blog. Dá uma força no novo, vai!
    http://cacommeusbotoesblog.blogspot.com.br/
    Desde já te agradeço!!!!
    Mil bjos.
    Fica com Deus!

    Nossa é um ramo interessante de se escrever porém, falar de amor é dificil de sintetizar, a gente sempre tem mto a dizer.

    ResponderExcluir
  9. Hoje passando somente para
    desejar pra voce e suas meninas
    um
    Lindo domingo!

    Bjins e meus sonhos e delírios
    CatiahoAlc./ReflexodAlma

    ResponderExcluir
  10. Seus textos são cativantes, adoro lê-los.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  11. Oi boa tarde amigo das letras.
    "E, por ela tu divagou, delirou,
    sonho e se prendeu...Por ela,
    tu fez de tua vida, tua sina...
    Por ela...e tao somente por ela,
    você surtou...enlouqueceu!"
    Tao lindo, tao suave que não resisti,
    interagi...desculpe, mas sou assim.
    Abrços e um beijo na testa...poeta encantador!

    ResponderExcluir
  12. Olá,

    passei para uma visita e deixar um abraço.
    Sobre o texto: Ah! Ela sabe o que faz! rsrs
    Grande abraço

    Leila

    ResponderExcluir
  13. Ja me apaixonei pelos seus textos! Ah .. o amor... Ah.. a paixao...
    Bjs

    ResponderExcluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.