quarta-feira, 2 de outubro de 2013

MAIS UM ANO SEM VOCÊ.

Ele lutou até o último momento para que seus filhos
 não se rendessem à própria sorte e que fossem responsáveis por seus atos, justos com os menos favorecidos e se, graças ao seu trabalho, tivessem aonde dormir e o que comer, que não vestissem a máscara dos insensíveis quando lhe pedissem um canto para passar a noite ou um pedaço do seu pão.  
O sonho que ele se atreveu sonhar o embalou por décadas através de tortuosos labirintos. Trabalhou durante o dia para namorar a mesma mulher com quem viveu a vida inteira, durante a noite. Na vida dos filhos ele vivia a sua e deles tirava a força que o instigava a incentivá-los. 
  Ele não só os queria dignos, mas responsáveis e trabalhadores, mesmo que para isso fosse necessário desdobrar cada rio, rebaixar os morros e suavizar as ladeiras que surgissem a cada curva  para vê-los caminhar com os próprios pés. 
Ele era um predestinado.  
Hoje, dois de outubro, tem festa no céu. 
Nesta data, não faz muito tempo, o velho nos deixou. Partiu com o risco do riso da vitória nos lábios e se não tivesse adormecido antes da partida, seria possível ver o brilho de felicidade que a formatura de cada filhos estampava em seu olhar. 
 Ali ao seu lado para o último adeus estavam aqueles em quem  acreditou.  Sua mulher, seu primeiro e último amor.  O esteio de sua vida, seu leme, seu prumo. O filho mais velho, amigo inseparável com quem contava a qualquer hora. Uma filha, professora universitária e duas jornalistas com coluna, cada uma, em jornal de grande expressão.
 Um neto, juiz de direito e blogueiro em horas nem sempre vagas. O outro, produtor musical e mais dois formados em direito.
Eu não creio que alguém, em sã inconsciência, trocasse o lazer, as boas roupas, possíveis passeios e ótimos restaurantes pelo futuro incerto de quatro crianças que teriam, como tiveram, o direito de escolher entre o bem e o mal, o seu próprio caminho. Eu não acredito mas há as exceções e felizmente, numa regra geral, meu pai é um exemplo a ser seguido.  Não tem por que não acreditar naquilo que é possível.  Não tem por que achar que o melhor pertence aos outros e o nosso é comum ou é vulgar.
Estejas certo, meu pai. Que eu jamais esquecerei que fostes humilde o suficiente para desejar que a tua última morada fosse sob os nossos pés.  Mas nós, teus filhos e netos o transladamos para o alto, além do céu e das estrelas das nossas lembranças. 
 Para dentro de nós. 
Dos nossos corações.

18 comentários:

  1. Bom dia Silvio.. sempre as boas lembranças ficam de quem muito por nós fez.. a familia é nosso alicerce e mesmo que uns vão outros sempre vão chegando e ela segue o seu rumo.. vida e morte estão unidas e por mais que a segunda assuste é uma passagem apenas. a vida segue em algum plano superior e mais sutil do que a densidade que aqui encontramos um grande abraço meu amigo até sempre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Samuca, você sabe que dos
      homens você é o melhor amigo.

      Um grande abraço e obrigado
      por dizer, como sempre faz,
      palavras tão generosas.

      .

      Excluir
  2. Que bela homenagem, Silvio... o meu se foi quando eu tinha 22 anos. Aniversariou em 23 de setembro. Jamais o esquecerei...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, os nossos pais
      continuam torcendo
      por nós, como faremos
      com os nossos filhos
      depois da nossa partida.

      Um beijo grande, minha
      amiga querida.

      Excluir
  3. QUE ESTE DIA ESPECIAL SEJA NÃO SÓ DE LEMBRANÇAS DE ALGUÉM QUERIDO QUE SE FOI. ESTE SER EM ESPECIAL FOI O ALICERCE DE SUA VIDA. TENHO A CERTEZA QUE VOCÊ PROCURA COMO ELE SEMEAR O MELHOR. E ASSIM ELE SE FAZ PRESENTE EM CADA ATITUDE SUA, EM CADA CONQUISTA. PARABÉNS SILVIOAFONSO ! QUE HOJE AO ABRIR SUA JANELA VOCÊ TENHA SIDO BRINDADO POR ESTA LINDA PAISAGEM QUE SE ESTENDE A PERDER DE VISTA, AI DE SUA SACADA. QUE AO OLHAR O HORIZONTE VERDE A SUA FRENTE, VOCÊ TENHA SEMPRE OLHOS ABERTOS PARA A VIDA QUE SEGUE, NOS TRAZENDO A SABEDORIA E A CALMA, PARA CAMINHAR NESTA ESTRADA DE CONHECIMENTO QUE SÓ OS SÁBIOS VEEM. FELICIDADES E BELAS CONQUISTAS E O QUE TE DESEJO, COM TODO O CARINHO. BEIJOS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yohana, minha amiga. Quando
      você rasga o verbo eu tremo.
      Um beijo e obrigado pela amizade
      depositada em mim.

      Excluir
  4. Isso, o exemplo, o amor de uma família é o que fica como alicerce para seus integrantes! Paz e bem!
    [ ] Célia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Célinha, você é a minha
      amiga centrada, coerente.
      Obrigado pelas palavras
      certas nessa hora.

      Um beijo.

      Excluir
  5. Lindas recordações de seu pai... lembrei do meu que já se foi a anos.... Com certeza, tanto o teu quanto o meu estão a olhar por nós. Um bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nádia, não tenho mais
      o que dizer além de te
      beijar e te abraçar.

      Obrigado, amiga.

      Excluir
  6. Olá Silvio,boa noite :)
    Que homenagem linda e tocante,vc fez a seu pai.
    Achei a carga emocional desse texto contagiante...
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Clau, qualquer coisa que eu
      aqui dissesse, você aplaudiria.
      Amigos é isso. Diz coisas que
      a gente gosta de ouvir.

      Beijos,

      Excluir
  7. O seu pai era lindo Sílvio, ou seja, continua lindo a viver dentro de si.
    Sei que tenho um pai, apenas o vi duas ou três vezes ao longo da minha vida, mas nunca o conheci verdadeiramente nem desejo conhecer.

    Você um dia disse que desfraldaríamos bandeiras...eu tenho desfraldado as
    minhas e continuarei a fazê-lo independentemente de tudo o resto, porque aprecio o seu tipo de escrita. Mas eu nunca faço promessas...:-)
    xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não faz, mas a gente cobra.

      Um beijo, Laura e obrigado por
      tornar sua, esta página.

      Excluir
  8. Sem palavras, digo apenas...meus sentimentos,
    meu respeito por aquele que teve o direito de
    viver a vida como merecia, com a família...Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O meu pai foi tão importante para nós,
      seus filhos e esposa, quanto o seu
      para a sua família, Simone.
      Obrigado por secar meu pranto.
      Beijos.

      Excluir
  9. Que boa homenagem...
    Van Silva*
    Olá, nós somos a Idyva Silva, autoras do blogue Ideias Sem Fim, regressámos à Blogosfera * Seguimos :)
    http://ideias-sem-fim.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  10. Eu queria saber escrever uma homenagem assim...
    Gostei demais do teu Blog...
    Tu escreve muito bem...Parabéns!
    Beijo

    ResponderExcluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.