segunda-feira, 29 de abril de 2013

LEITO UM, ENFERMARIA SEIS.


Mesmo que fraqueje a minha voz  resmungará ao pé do teu ouvido que te quero. Caso  a minha alma ameace  desistir do meu debilitado corpo, ela continuará querendo o calor do teu e se o meu enfraquecido coração desistir de mim  ficando pelo caminho, mesmo assim eu quero, no amaranhado dos teus braços fazer meu ninho aonde escreverei o resto da minha história.  Durante um longo tempo em  minha vida, confesso vaidoso, eu vivi a felicidade que qualquer um por bênção divina gostaria de ter vivido, aliás,  eu fui feliz, talvez o mais feliz entre todos os seres, praticamente a vida inteira, mas hoje,
  sozinha, deitada neste leito me vejo fazendo conta dos momentos
 maravilhosos pelos quais passei e dos que não me foram tão auspiciosos, mas fizeram dessa mulher a pessoa forte que ainda me vejo, já que outras passaram por aqui e não 
tiveram a sorte pela
qual  luto. Luto como os desenganados  melhoraram e se curaram
 atrelados à  sua fé.   
Aqui, na  enfermaria seis, leito um da ala feminina aonde muitas pereceram agarradas a própria esperança, se encontra
alguém que acredita que é possível vencer a morte, mas se tal milagre não permitir a ela tal façanha, haverá de, num último suspiro, conseguir forças suficientes para prorrogar a vida adiando a morte e voltar à sobrevida para fazer o que a vergonha, o medo de errar ou
 a religião a ela tenha proibido, como
te amar com a força que tiver o seu coração, amar de qualquer jeito e a qualquer custo, amar a vida e aqueles que não se permitem ficar longe de sua cama por acreditarem nela e renegarem com todas as forças a existência do fim. 

10 comentários:

  1. Triste e lindo!

    Acreditar e lutar até o fim!

    Grande abraço

    Leila

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde Silvio.

    É muito complicado falar sobre o que escreveu pois cada um é cada um..Muitas pessoas tem em sí uma fé muito grande e vive por ela, acredita em seu amanhã e é firme em suas convicções e eu admiro demais estas pessoas. Mas, outras já não se acredita ou não fazem força para acreditar ,não tem forças para isto e eu também respeito isto das pessoas...quisera não ver nem saber de certas coisas ao qual entristece a alma...
    Que linda esta mulher forte e com uma vida pela frente por sua fé..

    Obrigada por compartilhar com seus amigos.

    Beijo

    Cristal.

    ResponderExcluir
  3. Meu poeta sonhador, destes as palavras o sentimento mais puro e real de um amor sem fim.
    Lindo este teu texto, tem a beleza do tamanho da tua alma.Amei!!!
    Felicidades sempre.Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  4. O tempo voa e com ele tanto de nós, a paciência, o carinho, a saúde, a resistência...Assim, envelhecer num leito de hospital é triste! Passe-se como descreveu muito bem um filme retrospectivo da vida. Parabéns! Um texto também para fazermos uma reflexão.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Olá amigo. Triste mas, ao mesmo tempo forte! Obrigada por compartilhar!Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Estou, meu querido
    entre as flores do mundo
    flutuando pelas palavras
    nadando nos mares de emoção
    e sentindo a falta das mãos
    dos enfermeiros cativantes

    ResponderExcluir
  7. Lindo texto! Temos o privilégio de ter uma vida e é sublime quando alguém perto do fim ainda rende-se ao amor. Emociona! Parabéns!

    ResponderExcluir
  8. Bom dia Silvio.
    Não me arrisco a perguntar-te
    quem e ela...Mas sinto que como uma
    verdadeira guerreira, lutou pelo que, acreditava ser Amor...Agora, já sem forças, num leito descansa, mas sempre revivendo e sobrevivendo
    as lembranças, tua historia.
    Achei complexo, porem, direto.
    Palavras bem colocadas que me fez viajar lendo as linhas e tentando decifrar as entrelinhas. Me pegou!
    Mas não podia deixar de comentar,
    afinal, como amigos de letras, eu vejo tudo isso, como um jogo de gato e rato, onde muito me fascina!
    Abraços para toda familia

    ResponderExcluir
  9. boa noite Silvio, quisera eu escrever como você. Saber colocar os sentimentos em letras, frases e estrofes.Estarei sempre por aqui, com a minha simplicidade , apreciando teus escritos. abraços.

    ResponderExcluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.