quinta-feira, 14 de junho de 2012

A RELIGIÃO E A FÉ.

       Ela era casada e bem casada. Habitualmente ia à igreja, cuidava do filho e dos afazeres da casa nunca se esquivou.  Antes das 11h de todos os dias a casa ficava pronta para as visitas inesperadas e o almoço, sempre variado, cozinhava no fogão. Quando precisava sair vestia-se com esmero. Roupa bem cortada desenhava, aos olhos masculinos, o corpo da mulher bonita e desejada e às suas vizinhas, um misto de inveja e encantamento. Seu perfume demarcava o espaço enfeitiçando as pessoas e enchendo de vaidade o homem que escolhera para marido.
        A Igreja da cidade vizinha promoveu um seminário e a dela resolveu inscrever os cinco fiéis mais dedicados, incluindo, é claro, a moça que era o exemplo da matriz. Todos beiravam a mesma idade e ela, entre os quais, sobressaia em doce formosura relutou em aceitar, mas foi dobrada, inclusive pelo marido.   Acertados os detalhes, eis que partem os cinco num domingo ensolarado.  Na plataforma, pai e filho, jogavam beijos e ela, inconsolada resmungava o sofrimento da despedida. Todos estavam felizes com a viagem, mas ela, amargurada por não ter a família consigo, deixava escapar, mesmo que furtiva, uma lágrima de tristeza. Entre uma palavra e uma história todos tentavam reanimá-la o que acabaram conseguindo. Uma comitiva os aguardava cantando hinos de louvor. O líder da igreja era jovem, se expressava bem e tinha bom gosto no vestir. Cabelos negros e olhos da mesma cor, falava pausado olhando fundo nos olhos das pessoas. Abraçou e beijo os que chegavam e polido os acompanhou até o alojamento aonde homens e mulheres ficariam em alas separadas.  Cada cômodo fora reservado para duas pessoas em camas de solteiro  e o grupo de cinco se dividiu em três quartos.  Por afinidade duas moças se preferiram e como não quis escolher com quem ficar, ela foi dormir sozinha. A noite ouviu vozes e pela suavidade com que falava,  percebeu que era o chefe da missão quem os visitava para o boa-noite cordial. Nem cinco minutos ele se permitiu ficar nos dois quartos, mas quando chegou ao dela o tempo passou sem ser percebido, porque ao se levantar para atender a porta, uma das alças de sua camisola caiu deixando amostra um dos seios. Ambos se atrapalharam na tentativa de compor o quadro. Ela preocupada com a alça e ele com o seio que apontava para a sua cara. Na confusão ele tocou-lhe o peito e ela, atrapalhada, acabou caindo por sobre ele que detinha entre os dedos o seio quente, macio e firme da mulher que a dois dedos dos lábios dele não conseguiu deter os seus.
      Pela manhã os dois mal se olhavam, mas o restante do grupo tinha lá as suas dúvidas quanto ao que poderia ter acontecido com aquela moça cujo testemunho de fidelidade ao marido e a Deus era, até então,  nítido e notório.
      Terminado o café e o objetivo da reunião, o grupo retornou à sua cidade aonde o aguardava parentes, amigos e fiéis.
      O congresso foi relevante para os interesses da igreja e da comunidade, mas na prestação de contas nem tudo o que aconteceu por lá constará do relatório. Talvez alguns detalhes possam ser lembrados, com tristeza ou com saudade.

65 comentários:

  1. Somos todos feitos da mesma carne...


    Beijo
    Sónia

    ResponderExcluir
  2. Gostei da tua forma de escrever, prende o leitor até o final!Perfeição é algo que o ser humano se esforça para ter, mas a realidade é que somos meros mortais...
    Grande dia a vc!

    ResponderExcluir
  3. Olá.
    E adivinhou, gostei mesmo.
    Bela história, sobre a força do desejo somos fantoches.
    Vejo que houve mudanças no blog. Ficou bem legal.
    Recomendei seu texto no google+.
    Beijos.
    Até.

    ResponderExcluir
  4. Ambos saíram transformados deste encontro.

    ResponderExcluir
  5. Muito legal o texto, envolve a gente na história!

    ResponderExcluir
  6. Muito legal seu texto...creio que a tentação, essa armadilha da ilusão pode acontecer com qualquer um. Ou será que há alguém no mundo que tem certeza absoluta, que jamais caiu ou cairá nela ou que pode ficar sempre imune?
    Boa tarde, beijos,
    Valéria

    ResponderExcluir
  7. Oi Silvio :)
    Muito bom seu texto!
    Prendeu minha atenção do começo ao fim.
    Como religião e fé são coisas distintas,ou eles saíram satisfeitos ou culpados desse congresso...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Essas coisas acontecem...
    Somos humanos!
    Adorei!
    Me prendeu nessa!!

    Beijinhos!♥

    ResponderExcluir
  9. "el amor siempre lo puede todo". excelente relato.
    un abrazo

    ResponderExcluir
  10. Não foi fácil também prá mim, fique à vontade, tudo de bom.

    ResponderExcluir
  11. Olá,

    Envolvente o enredo.
    A ocasião, às vezes, age em desfavor
    dos princípios e desejos das pessoas.
    Não se pode julgar o acontecido. Somos seres humanos, logo, falhos.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  12. Oi Silvio, amei esse relato. você é um otimo escritor ´parabéns.
    Bjos.
    Silvia.

    ResponderExcluir
  13. Coisas que nós humanos estamos sujeitos
    Oi também pra vc e obrigada pela visita, bj CON

    ResponderExcluir
  14. Olá Silvio, um belo texto para essa trama tão humana tendo como pano de fundo a sensualidade, religião e fé.Uma mistura provocante!Parabéns, adorei!!Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Lindo!

    Lampejos de desejos misturados ao medo, à impossibilidade, aos limites da razão.

    Beijos

    Leila

    ResponderExcluir
  16. Seu textos mostra como o ser humano é vulnerável e muitas vezes nem a devoção à igreja segura!Pois numa hora dessa é necessário ter domínio das vontades!Bom final de semana.Bjs.

    ResponderExcluir
  17. Olá vim agradecer pela sua visita, adorei o texto ,vc é um ótimo escritor.

    bjos Sue.

    ResponderExcluir
  18. Um belo relato de uma história que poderia acontecer com qualquer um. Abçs.

    ResponderExcluir
  19. silvioafonso, não se zague e não publique , não é particular, só é uma coisa que quero dizer pra o autor do blog Palhaço Poeta de quem sou editora, nada pessoal, porem profissional, por isso não deve ser publicado, a meu ver.
    Só por favor não me deixe sem receber por email suas postagens daqui do blog Palhaço Poeta,da primeira vez me deu muito trabalho colher cada post formatado no blog, par asó depois ir para o formato do livro. Pense silvioafonso: como sua editora já vou juntando em umapasta do email com formato otimo, tudo pra se um dia voce como autor resolver fazer o segundo livro do blog.
    Ficoconstrangida em falar no assunto porque Voce ja tirou uma vez eu pedi que se possivel continuasse a enviar, então recolocou e agora a não ser que tenha ido para a pasta de spans eu não recebo mais.
    Como sua d
    Caso seja de sua vontade que eu não receba no email, eu entendo e não falo mais no assunto.
    E se quiser ja disse que não comento, pois ler seu blog é algo que faço antes de nos lermos na blogsfera.
    Peço que não se aborreça e que faça o que acharmlhor.Mas eu Catia sua leitora não ligo a mínima, mas Catiaho Alcantara enquanto sua editora faço questão, se isso não for acredidir sua vontade.
    Só que caso vá me atender profissionalmente falando;ponha la o catiaho@hotmail.com ou parceriaepoesiaemoficinadapalavra@live.
    Espero não ter que tocar mais nesse assunto,porque me deixa preocupada em deixa-lo zangado...mas essa ja é a segunda vez que peço a mesma coisa.

    ResponderExcluir
  20. Belo texto Sílvio!
    Na verdade somos todos imperfeitos e falhos.
    Mas que bom saber que temos um Deus perdoador, pronto a escutar aquele que se arrepende verdeiramente,confessa seu erro a Deus e pede-lhe o seu perdão!
    Abraço
    Marly

    ResponderExcluir
  21. Oi Silvio,

    Tudo bem? Sempre acreditei na separação entre igreja, religião e fé. Penso que antes de tudo o nosso coração tem que estar em Deus.

    Bom final de semana!

    Lu

    ResponderExcluir
  22. Olá Silvio

    Passando para agradecer a honrosa presença la no Blog da Lu e ler mais um pouco dos seus belos contos e poemas.

    Gosto de textos com um enredo que prende do inicio ao fim.Assim são os teus!
    Você é excelente escritor e poeta. Parabéns!

    Levando o link e volto assim que der.

    Tenha um ótimo fim de semana!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  23. Há circunstâncias, em que as chamadas Religião e Fé, são postas à margem, para um evento superior...

    Eu diria, inclusive, que "já vi este filme antes", no dizer popular...

    Um abraço, Palhaço Poeta,
    da lúcia

    ResponderExcluir
  24. Vim agradecer o selinho ofertado. dando-lhe os parabéns, pelos mil seguidores. Veja, na Cadeirinha, a resposta ao seu último comentário.

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  25. Querido amigo, vim retribuir a visita e fiquei encantada com seu blog, já estou te seguindo e tive o privilégio de ser a seguidora 1001. Estou levando o selinho com muito carinho. Tenha um lindo final de semana. Beijocas

    ResponderExcluir
  26. Silvio,eu vim agradecer por ter comentado lá no meu blogue. Saiba, que com essa atitude, ajuda a enobrecer aquele Espaço. Tenha um fim de semana agradavel, e saiba que estou seguindo o seu blogue. Colei, no seu blogue, o meu chapeuzinho e receba um abraço, abrasileirado.
    Felicidaes, sempre.

    ResponderExcluir
  27. Passando para ler os teus belos textos que nos prendem do inicio ao fim e pedindo desculpa pela ausência,ando dodoi rs beijos Poeta!

    ResponderExcluir
  28. Somos humanos e por muita Fé que se tenha por vezes desviamo-nos do caminho certo. Excelente texto.
    Silvio levo o seu selo dos 1000 seguidores com muito prazer. Será publicado na segunda feira no "Divagar sobre tudo um Pouco" e no meu cantinho especial de "SELINHOS - Presentes dos AMIGOS".
    Um beijinho
    Maria

    ResponderExcluir
  29. Obrigada por sua visita e agradeco o selo comemorativo por uma super conquista, 1000 seguidores.
    Essa e' a minha meta para julho, sera que consigo?
    Abraco
    Sandra
    http://projetandopessoas.blogspot.com//

    ResponderExcluir
  30. Obrigada por sua visita e agradeco o selo comemorativo por uma super conquista, 1000 seguidores.
    Essa e' a minha meta para julho, sera que consigo?
    Abraco
    Sandra
    http://projetandopessoas.blogspot.com//

    ResponderExcluir
  31. Olá...boa noite! Parabéns pelas ideias, pelos dons e pelos seguidores! Continue sempre assim...
    Obrigada pela visita!
    Um abraço e um ótimo domingo de paz e bons pensamentos!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
  32. Oi Silvio :)
    Parabéns pelos (mais) de 1000 mil seguidores!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  33. OI SILVIO AFONSO!
    MUITO LEGAL TEU TEXTO.
    UMA HISTÓRIA BEM ESCRITA E INTERESSANTE PRENDENDO O LEITOR ATÉ O FINAL.
    ABRÇS

    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderExcluir
  34. Boa noite meu poeta!
    Texto instigante...parabéns pelos 1000 seguidores...que venha mais 1000 em breve...
    bjssssssssss

    ResponderExcluir
  35. Oi Silvio...li inteirinho!!! Adoreiiii!! hum...e ainda ficou o mistério no ar. Bem legal!

    ResponderExcluir
  36. Oi Sivio
    Passando pra parabenizar pela homenagem da Yayá no blog 'Artes e Escritas'pelos seus 1000 seguidores.
    Vim abraçá-lo e deixar meu abraço

    ResponderExcluir
  37. Olá Silvio,
    Parabéns por alcançar 1000 seguidores. E que venham outros mais, você merece!!!
    Obrigada pelo selo comemorativo!Beijos!!

    ResponderExcluir
  38. Adorei o marco de mil seguidores,
    o selo tambem é lindo.
    Parabens!

    ResponderExcluir
  39. Lindo e envolvente meu amigo. Parabéns por esses dons, o da escrita e o de conseguir prender o leitor. Adorei. Beijos com carinho

    ResponderExcluir
  40. Olá Silvio, obrigada pela visita e pelo carinho em me seguir, amei ;D
    Vim conhecer aqui e parabéns, escreves muito bem, ótimos posts!!
    Apareça sempre, será bem vindo.
    Tenha uma ótima semana,
    Beijos

    lolaporlola.blogspot.com

    ResponderExcluir
  41. nossa, adoro ler texto que me prende e me faz imaginar as cenas. amei. erotismo suave. amei.

    bjos...

    ResponderExcluir
  42. Olá Silvio, adorei o post =D amo ler!
    Obrigada pela visita la no meu cantinho!
    Ótima semana para vc!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  43. obrigada por também me deixares fazer parte deste teu selo, 1000 seguidores é obra, jamais atingirei tal feito, contento-me com os meus 107

    parabéns

    beijo

    ResponderExcluir
  44. ah, não consigo ver o seu selo no meu blogue

    ResponderExcluir
  45. Geralmente é com saudade...rs

    Mas...não podemos julgar, só Deus sabe.

    Abçs

    ResponderExcluir
  46. Muito bom esse relato.
    Somos todos feito pela mesma mãos.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  47. Silvio parabéns pelos 1000 seguidores! Sucesso sempre para ti! Gr. Bj.!

    ResponderExcluir
  48. Um conto muito bom! Mostra que mesmo as pessoas mais presas a valores podem tropeçar, gostei muito!!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  49. ...poeta querido,

    qual adulto nunca viveu
    isso, mesmo que veladamente?

    no meu Infoco tem post
    com este teor.

    vá conferir, vc vai gostar.

    obrigada pelo selo...

    já resgatei e postarei
    lá em casa.

    vc merece não somente 1000
    amigos, e sim 10000000000000
    deles...


    bjbjbj

    ResponderExcluir
  50. Muito bom seu conto. Para ambos, algo que ficará, por algum tempo, na lembrança. Só eles sabem o ensinamento que lhes trouxe o encontro.
    Vou levar seu selo para o
    carinhos-meus.blogspot.com
    onde arquivo todos os mimos recebidos, com carinho.
    Parabéns pela conquista.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  51. É caso para dizer "Nunca digas nunca"!
    Belo texto.
    Gosto do teu estilo, Sílvio.
    Sobriedade, requinte, beleza. Gosto.
    Fraterno abraço


    Vou buscar o selo!
    "Brigada, visse?"! :)

    ResponderExcluir
  52. A vida sempre é surpreendente! Um abençoado início de semana!
    Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  53. Sedutor e bem escrito, um micro-conto que me fascinou, não por causa da traição, mas do jeito em que voce, com cuidado, sem muitos detalhes, declarou a paixão daquele momento...Mas como será que ela ficou depois diante do marido? Porque voce não continua...Tenho certeza de que as suas seguidoras gostariam de saber.
    Enfim, parabens gostei muito! Levei o selinho para meu blog.Abraços a todos!

    ResponderExcluir
  54. Parece-me simplicidade demais.
    Uma mulher que ama o seu marido e a sua casa, os seus filhos e a sua reputação nunca se entregaria assim.

    É verdade que o desejo carnal é forte e que os corpos bem feitos são um incentivo mordaz, mas....

    Gostei de ler.

    Parabéns pelo número de seguidores.
    Agradecido pelo selo.

    ResponderExcluir
  55. E quem nunca tiver caido em tentação que atire a primeira pedra...Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  56. É a carne é fraca.Parabéns querido, és um excelente contista!Isto é um privilégio.Adorei!
    Tenha um linda semana, Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  57. Olá querido poeta!

    Passando hoje em especial para parabenizar este blog pelos mil seguidores que alias ja passou!rs
    Agradeço a gentileza de ofertar-me o lindo selo que ja esta postado la no cantinho de mimos lincado na lateral do Blog da Lu!

    Vida longa a este lindo espaço e felicidades a ti!

    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  58. Uma honra receber sua visita em meu humilde bloguinho.
    Achei linda as coisas que escreveste.
    Obrigada.
    Boa semana.
    Bjokas mágicas.
    Bruh.

    ResponderExcluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.