terça-feira, 3 de abril de 2012

COMO UM LIVRO ABERTO.

Quando quiseres saber da minha vida para entender melhor a tua, não procures noutras fontes senão nas minhas. Comigo saberás o que precisas e até das mentiras as minhas mais sinceras, já que eu minto como todos os mortais. Certamente eu discursarei sobre os melhores dos meus momentos. Direi das minhas honras, do respeito e dependendo até direi dos meus defeitos. Eu contarei o que quiseres. Falarei dos meus filhos, das minhas mulheres, e o farei olhando dentro dos teus olhos com o melhor dos meus sorrisos. Relembrarei, possivelmente a teu pedido,  os meus tempos de menino. Das minhas professoras e dos seus ensinos que de tão certinhos me envergonhavam por não saber obedecer.  Entre outras poucas coisas eu  esquecerei das peraltices, mas direi assim, meio que sem jeito, que em algum momento na escola uma medalha com orgulho eu ostentei no peito. Falarei também dos meus amigos, até dos que ficaram ressentidos quando eu troquei  os da esquina pela faculdade.
Umas coisas eu direi sem precisar enquanto outras ficarão por  comentar. Talvez até tu, te esquecerás de perguntar, mas eu, mesmo que me lembre, farei cara de paisagem para ver o tamanho desse interesse.  Algumas novidades serão ditas, outras esquecidas, mas de Maria não terei como não falar. Eu direi da guerreira de mãos limpas. De testa suada e boca seca. De panela vazia e peito cheio de esperança ou todos os seus filhos não teriam sabido o caminho da escola e se tornado cidadãos.
Portanto, pergunte a mim que sei tanto da minha vida que eu seria bem capaz de vivê-la novamente se a perdesse.

38 comentários:

  1. Mais um texto delicioso e tão real!

    Beijo
    Sónia

    ResponderExcluir
  2. Oi Querido Sílvio,

    Teus textos parecem escritos em Português, de Portugal.
    Escreves na segunda pessoa do singular. Compreendo-os, muito bem.
    Mais um texto teu provocatório e desafiador, de mão certeira.
    Diriges-te a alguém, que anda querendo saber da tua vida, e então nada melhor, que perguntarem-te a ti próprio.

    Pareces te refires, dirigir-te a alguém do sexo feminino.
    Aqui o "Palhaço" não faz rir, faz pensar e reflectir, seriamente.

    Falas de uma Maria, talvez tua mãe, não?
    Uma heroína, vocês usam o termo guerreira, porque batalhou e venceu a guerra da vida.

    Fazer cara de paisagem - Que expresão maravilhosa!

    Como Professora de História e Língua Portuguesa aconselho toda a gente e sobretudo os inquiridores a irem às FONTES, porque aí encontrarão toda a verdade.

    Boa terça.
    Beijos de muito carinho e luz.

    PS: Sabes, que quando comentamos temos de digitar duas palavras super complicadas, que nem sempre dão à primeira, mas tu podes alterar essa situação, se pretenderes.

    ResponderExcluir
  3. Ameiiii...poeta mesmo vc! Entre no blog quantas vezes vc quiser será sempre um prazer ler teus comentários, um grande beijos de tua amiga sempre,
    Edilene

    ResponderExcluir
  4. Ola Palhaço Poeta,
    lindo texto de fato
    é fato.
    Mas para essa mulher poeta
    a palavra é a única voz,
    a única forma que tem para se fazer subentender
    e é percebido de forma dura que
    os seres não estão dispostos a
    ouvir, somente a falar
    e ai o calar poe ser consequência certa
    pois
    se todos falam
    o som fica confuso e entendimento
    parco,
    tudo muito fora de foco.
    Ouvir, ouvir e ouvir cansa.
    Não parece, mas é como tomar água, agua e agua. Uma matéria expôs que é possivel morrer por envenenamento
    por excesso de água.
    Metaforicamente o ouvir e ouvir e ouvir se encaixa nessa possibilidade.
    Melhor correr desse envenenamento quando não tem a escolha de ser ouvido.
    Então é fato que há momentos de total exaustão, mesmo para quem faz da vida sonhos e delírios.
    Porém seu texto como sempre faz bem a todos nós seus leitores, trás fio de luz na escuridão, bocado de água no deserto.
    Deixo aqui duas frases que gosto especialmente de ter feito voz minha:
    Acordei hoje pensando assim:
    Gente na vida de Gente
    é como um fio de luz em meio a escuridão
    ou como
    um fio de ligação entre
    um ponto e
    outro,
    levando vida em forma de
    es
    pe
    ran
    ça.
    Catiaho Reflexo


    "Gosto muito
    quando percebo a incoerência
    entre o que dizem
    e o que fazem,
    dá a idéia
    que o mundo do outro deve
    existir dentro do perfeccionismo
    porém o da gente..."
    Catia Helena

    Bjins entre sonhos e delírios em meio ao cansaço

    ResponderExcluir
  5. Bom dia! Que lindo post e olhe que eu ainda nem te conheço direito e já me sinto em casa aqui nesse seu espaço!
    A alma humana é mesmo transparente quando a queremos mostrar, assim como fazes com palavras claras e a mim parecem sinceras!
    Lindo isso, que bom que tenho você agora como amigo!
    Poetizando a vida vamos indo trocando conhecimentos ricos, sim, ricos!!!
    Abraços
    Ivone

    ResponderExcluir
  6. Bom dia e bela terça.
    "De tantas palavras ditas ,
    as que de fato importam
    são as que guardamos em nós."
    Reflexo d'Alma

    ResponderExcluir
  7. li seu post com sinceridade e respeito,pois acredito que é somente por causa desta troca que ser blogueiro vale a pena,quem é blogueiro gosta que os outros blogueiros leiam seus posts com atenção e comente com a alma,sem meias palavras.Sobre seu post.
    "Um texto que arremete ao passado e faz uma releitura com muito carinho,carinho real de poeta.Ressaltando sonhos." Abraço digno ao grande poeta.:- BYJOTAN.

    ResponderExcluir
  8. Quanta inspiração, Poeta...
    Hoje, meu sentimento é de gratidão.
    Ah, faz tempo que pendurei meu quadro na parede...
    Apareça sempre que quiser.

    Beijos!♥

    ResponderExcluir
  9. De forma clara sem floreios, é o Sílvio Afonso que conheci. Não se impede de dizer o que sente e nem rebusca as formas.

    Bicho, aquele abraço.

    ResponderExcluir
  10. Muito bom este texto, Sílvio! Entre a confissão e a provocação. Um abrir de alma maravilhoso. Lembrei-me. ao lê-lo, de algo que vi na net outro dia e cujo autor desconheço.
    Aqui deixo com meu carinho.
    "Há quem me interprete pela capa. Há quem me ame apenas por ela. Há quem viaje em mim. Há quem viaje comigo. Há quem não me entende. Há quem nunca tentou. Há quem sempre quis ler-me. Há quem nunca se interessou. Há quem leu e não gostou. Há quem leu e se apaixonou. Há quem apenas busca em mim palavras de consolo. Há quem só perceba teoria e objetividade. Mas, tal como um livro, sempre trago algo de bom em mim."

    ResponderExcluir
  11. Passando para deixar um abraço
    carinhoso e lendo o que de melhor
    tem aqui,por isso parabenizo sempre
    Um Blog que tem tudo que é bom
    Abraços de um dia feliz Rita!!

    ResponderExcluir
  12. Bom dia Silvio Afonso.
    Hoje te lendo tive vontade de me expressar de modo limpo e verdadeiro...Sem metaforas..."Conheci um poeta que se dizia palahço, que sempre falava entra pontos e virgulas metaforicas, mas nunca terminava a frase com um ponto final, sempre deixava um ponto de exclamação ou até interrogação. Porem, ao te ler hoje, vi esse poeta, não como fingidor, como diz; Fernando Pessoa, mas como poeta que sabe o que escreve e o que escreve, pois conhece muito bem quem são os seus leitores, seguidores...Ah, poeta sensivel, quiçá cafageste(como voce mesmo ja citou em teus posts.)mostra-se leal e verdadeiro, isso o torna o ser humano que és...Pai, filho, esposo e amante de tua bela e felizarda mulher!"
    Que DEUS abençoe sempre teu lar e traga a voces muito Amor, Paz e tranquilidades futuras...Abraços Respeitosos! Aplausos!!

    ResponderExcluir
  13. Bom dia amigo!
    Como é bom falar abertamente sobre tudo que fizemos, amamos, respeitamos e admiramos!
    ... Maria é sempre uma boa pessoa, uma verdadeira mãe.

    "Pessoas especias deixam mais que saudades e lembranças, pois elas levam mais do que nosso pensamento... levam uma parte de nosso coração! (Aline C. Canto)

    Parabéns pelo texto. Muito bom!

    ResponderExcluir
  14. Sera que agora esta certo?
    Vou gostar de ler sobre sua historia.
    a vida é cheia de laços e entao vou conhecer os seus laços
    com amizade e carinho de Monica

    ResponderExcluir
  15. Hola querido amigo!

    "sei tanto da minha vida que eu seria bem capaz de vivê-la novamente se a perdesse".
    Vejo-o, em densa parceria com a "vida" que corre por suas veias e fora delas.

    Enxergando mais longe posso vê-lo realmente capaz de reviver tudo com o mesmo gosto, mesmo desejo. Enxergo sabedoria e doses maciças de gratidão e isto me faz pensar e perceber que muitas vezes não sabemos ser gratos.

    De nossos lábios, vez ou outra deixamos escapar: "se eu pudesse voltar, faria tudo diferente!" Não seria isto um gesto de ingratidão para com a vida? É como apontar dedos e mãos para o Criador tão cheio de amor e dizer: Não gostei do que fizestes, de como me fizestes, e do que me destes. Não aprovo e provaria que posso fazer melhor do que Tu, e se...

    E ainda mirar-se no espelho e condenar o que sou, quem sou, como estou e se...

    E Se... se... se...
    subordinativa condicional,
    SEmpre dependente,
    nunca SEr autônomo.
    Prático SE eximir,
    facilíssimo culpar.

    Sinceramente não sei o que nos aguarda do lado de lá, não sei se teremos outras e outras chances de acertar, voltar no tempo. Sei entretanto que podemos ser gratos agora mesmo, evidenciar esta gratidão do fundo do nosso coração e mudar o que ao nosso alcance está.

    Gratidão é a mola propulsora que não apenas impulsiona, faz seguir adiante, mas faz girar o mundo, e neste giro, giro eu, gira você, giramos todos. Paramos? Talvez! Se sim, para um novo reequilíbrio em pontos diversos do girar, e mais uma vez “agradecidos”, (precisamos desta consciência) estamos no giro.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  16. Seu texto esta belissimo meu querido!Gosto de te ler...rs bjs!

    ResponderExcluir
  17. Boa noite Silvio.

    Um texto um tanto atirador para a pessoa que sabe que a alvo é ela. Gostei muito do modo como liberta sua vida em palavras e ao mesmo tempo diz o suficiente apenas, com um toque de curiosidade.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  18. Belo texto! Ninguém melhor que nós mesmos para falar da nossa vida e dos passos que construíram o caminho trilhado.Adorei saber da Maria de mãos limpas, peito cheio de esperança que fez dos seus filhos cidadãos orgulhosos da vida.
    Lindo querido poeta!
    Beijos Eloah

    ResponderExcluir
  19. BOM DIA MEU AMIGO, ESSA BORBOLETA QUE VOS ESCREVES VEIO VOANDO SEGUINDO SEU DELICIOSO PERFUME QUE DEIXASTE LÁ NO MEU CAFOFO...DEPARO-ME COM LINDOS ESCRITOS QUE COM CERTEZA TOCA E SENSIBILIZA NOSSOS CORAÇÕES, UMA HONRA SEGUIR SEU CANTINHO, POR SINAL MUITO ACONCHEGANTE, UM ATÉ BREVE, VOLTE SEMPRE QUE PUDER O MEU CAFOFO ESTARÁ SEMPRE DE PORTAS ABERTAS! BEIJOS CARINHOSOS♥

    ResponderExcluir
  20. Adorei o seu blog!!
    Voltarei mais vezes.
    Já estou te seguindo ok.
    beijos.

    ResponderExcluir
  21. Estava até com medo de comentar de tão sublimes são suas poesias, e majestosas suas palavras, mas olhando seu dizer lá encima nos encorajando é que postarei rsrs. Olha obrigada por visitar meu blog e deixar florir lá seu pensamento,Não dá para não se apaixonar pelas suas palavras, comoventes, inspiradoras, Parabéns e sempre estarei aqui desfrutando do seu talento. Abraços Luna

    ResponderExcluir
  22. Olá Silvio!Voltei para agradecer o seu carinho.
    Agora quanto á brincadeira adorei!!
    Tudo faz parte da vida.
    A vida não pode ser tão seria,porque já temos tantos problemas...
    Então valeu mesmo pela visita.
    Volte outras vezes.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  23. É Proibido (Pablo Neruda)

    É proibido chorar sem aprender,
    Levantar-se um dia sem saber o que fazer
    Ter medo de suas lembranças.

    É proibido não rir dos problemas
    Não lutar pelo que se quer,
    Abandonar tudo por medo,

    Não transformar sonhos em realidade.
    É proibido não demonstrar amor
    Fazer com que alguém pague por tuas dúvidas e mau-humor.
    É proibido deixar os amigos

    Não tentar compreender o que viveram juntos
    Chamá-los somente quando necessita deles.
    É proibido não ser você mesmo diante das pessoas,
    Fingir que elas não te importam,

    Ser gentil só para que se lembrem de você,
    Esquecer aqueles que gostam de você.
    É proibido não fazer as coisas por si mesmo,
    Não crer em Deus e fazer seu destino,

    Ter medo da vida e de seus compromissos,
    Não viver cada dia como se fosse um último suspiro.
    É proibido sentir saudades de alguém sem se alegrar,

    Esquecer seus olhos, seu sorriso, só porque seus caminhos se
    desencontraram,
    Esquecer seu passado e pagá-lo com seu presente.
    É proibido não tentar compreender as pessoas,
    Pensar que as vidas deles valem mais que a sua,

    Não saber que cada um tem seu caminho e sua sorte.
    É proibido não criar sua história,
    Deixar de dar graças a Deus por sua vida,

    Não ter um momento para quem necessita de você,
    Não compreender que o que a vida te dá, também te tira.
    É proibido não buscar a felicidade,

    Não viver sua vida com uma atitude positiva,
    Não pensar que podemos ser melhores,
    Não sentir que sem você este mundo não seria igual.

    Tudo a ver com vc, ótimo feriado e apareça lá no blog, bjs.

    ResponderExcluir
  24. Não escreves com caneta ou teclado.
    Escreves como quem risca a faca num pedaço de madeira abandonado. Que bom que teve aquela visita sua no meu blog, naquele dia.
    O dia esqueci, mas o recado foi o que me trouxe aqui.
    Beijos

    ResponderExcluir
  25. A saudade se transforma em um monstrinho que nos devora se não dermos a ele atenção necessária de pensamentos.

    Beijos lindo.

    ResponderExcluir
  26. Que blog aconchegante, adorei a sua menção a Maria, e por suas palavras você passa uma ideia de se conhecer, de auto controle, adorei!
    Ficaria muito feliz com sua visita:
    http://fazdecontatxt.blogspot.com

    ResponderExcluir
  27. OI SILVIO AFONSO!
    QUE TEXTO LINDO.
    UMA HOMENAGEM AS MARIAS DA VIDA QUE COM NADA PARA DAR, CONSEGUEM DAR TUDO EM PROL DE UMA FAMÍLIA E PARA MIM, AS MARIAS BEM INTENCIONADAS COMO ESTA DO TEU TEXTO, TEM A AJUDA DA "MARIA" DO CÉU, QUE AS AMPARA E CONDUZ NO CAMINHO, PARA UM DIA RECEBEREM UMA HOMENAGEM COMO A QUE AGORA FAZES.
    UMA PÁSCOA ABENÇOADA, JUNTO AOS TEUS.
    ABRÇS

    Zilanicelia.blogspot.com
    Click AQUI

    ResponderExcluir
  28. Obrigada por visitar o FDC, adorei te ver por lá, adorei teu comentário e o seu trecho

    ResponderExcluir
  29. Boa tarde obrigada pela visita!
    Páscoa!
    É passagem...
    É mudança e transformação...
    Viver a vida com grandes emoções!
    Que recomeça pela vontade constantes de ajudar ao próximo como a si mesmo!
    Pascoa é alegria de um novo renascimento! Uma FELIZ PÁSCOA PARA TI E TODA TUA FAMILIA, beijos doces com sabor de chocolate!

    ResponderExcluir
  30. Olá!
    Gosto do seu blog, já o sigo!
    Já conhece o Just Been Paid? Aproveite os 10 dólares que lhe oferecemos ao fazer o seu registo e teste o sistema!
    A cada dia registam-se cerca de 3.000 pessoas!
    Venha conhecê-lo!
    Até já*

    ResponderExcluir
  31. Boa noite lindo, a saudade amputa e consome os membros.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  32. Que nessa Páscoa possas renascer para tudo que é belo.
    Que suas energias sejam refeitas.
    Que seus sonhos sejam renovados.
    Bjs

    ResponderExcluir
  33. ...Olá meu amigo !
    Venho trazer minha mensagem...
    Celebrar a Páscoa é celebrar nossa vida-em-Cristo:
    Saimos da escuridão para a liberdade...
    Aleluia!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    F*E*L*I*Z***P*Á*S*C*O*A***C*O*M***A*M*O*R***!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  34. Olhe para cruz e creia,que ela é o seu único caminho e sua unica esperança pra viver.
    Vim, te visitar e te oferecer o mimo de Páscoa do Toque
    um grande abraço
    Na paz de Cristo
    san

    ResponderExcluir
  35. Sílvio,

    A vida é um livro.Lê-lo é conhecer um pouco melhor a nossa trajectória.
    Um texto rico de conteúdo.

    ResponderExcluir
  36. *Sílvio, ameiiiiiii este teu

    texto !!! *Belíssimoooo !!!

    *Parabéns !!! :)

    ResponderExcluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.