quarta-feira, 30 de novembro de 2011

DIA ESTRELADO

Vou fazer uma viagem de trás pra frente. Vou ao sol lançar um livro e comigo lá estarão a razão de tudo isso, o futuro e o presente, todos irmanados em um só movimento e quando a noite se fizer no sul do astro rei eu parto em direção à lua e de lá eu olharei através de todas as janelas, entre tantas, certamente eu descobrirei a tua e sem chance de errar te jogarei um beijo. Com a ausência da gravidade não deverá ser cansativo passar um final de tarde ou a noite, que seja, num barzinho de esquina da avenida quarto minguante com crescente. Caso a noite de natal seja a data escolhida eu quero festejar e um brinde levantar à boa viagem que fizemos, ao sucesso do livro e ao nascimento do pequeno grande rei, não sem antes caminhar, como quem não quer nada, por entre os astros, distraído, a procura de um souvenir, uma lembrança do lugar de onde a ti, na janela, eu pude ver a espera da banda do Chico passar. Também quero trazer, entre outras coisas a poeira de um cometa que ficou em minhas botas, um anel, quem sabe de saturno, que eu achei entre umas rochas e se tu não te importares, sentaremos ao pé da nossa porta, apreciaremos a lua mudar de quarto e depois pro nosso iremos.

7 comentários:

  1. Olá, Bom dia amigo! Estou aqui para agradecer sua visita... obrigada! Gostei do seu espaço.Lindo poema! Parabéns pelo livro.... Grande abraço.Será sempre um prazer recebê-lo!

    ResponderExcluir
  2. ola querido que lindo teu blog eu e mais alguns amigos migramos da blogorama para ca gostariamos de aumentar nosso grupod e amigos te convido a fazer parte
    abraço
    josé

    ResponderExcluir
  3. Bacana o texto.... bacana seu trabalho!!

    Beijoss

    ResponderExcluir
  4. E que nessa viajem, se renove com teu amor e curtam cada momento feliz juntos, unidos pelo laço matrimonial que DEUS abençoou...Adorei teu escrito, adoro usar metaforas para descrever meus momentos e voce o fez lindamente como uma declaração de Amor a tua amada...Abraços

    ResponderExcluir
  5. Adoravel poesia , uma
    verdadeira
    viagem.
    Como sempre bom dia e
    perfeito texto.
    Adoro.
    Bjins entre sonhos e delírios ta?

    ResponderExcluir
  6. Bonitas as imagens. E eu, como historiador, tenho um fraco pela palavra "souvenir". Abraço!

    ResponderExcluir
  7. E com essa Brisa que mesmo de Furacão é tênue, Você lança Palavras-sementes que reunidas crescem e frutificam: eis o Livro!

    Beijos mil e Parabéns, Amigo-Poeta!!!

    ResponderExcluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.