quarta-feira, 6 de julho de 2011

VERMELHA, BRANCA, ROSA OU AMARELA?

Abriu-se em pétalas às vistas do beija-flor. Era rosa e em cada folha, no verde, a vida refletia. O tronco que ao movimento que o sol fazia, curvava-se em busca das cores do novo dia, do calor que lhe sorria e da luz brilhante que reluzia. Talvez o casulo que do seu ventre viu partir as mais belas cores nas asas da borboleta não gostasse desse esfria, esquenta, que a sombra a ele permitia.
A vermelha parecia arder em febre, a amarela, de todas era a que mais sofria. Porém a branca, meu Deus como era linda. Suave como a brisa e perfumada como moça pretendida.
Sobre todas cai um manto de colibris e borboletas, tudo para ver de perto, para acariciar com beijos doces como o beijo adocicado da mocinha que abraça a vida pra beijar na boca.

36 comentários:

  1. Sensível texto do beija-flor e suas flores. Cada uma com suas características única.
    Beijokas doces e muita paz!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pela visita! Será um prazer seguir o seu blog! Voltarei mais vezes para degustar calmamente os textos!

    ResponderExcluir
  3. É Palhaço Poeta:Parabens!
    Parece que
    está cotado como colunista destaque no blog Espelhando,
    mesmo que não poste você mesmo por la.
    Pois é fato que tenho desde o inicio do blog Espelhando ha exatos um ano;
    postado textos seus por lá.Que sempre agradam tanto aos colunistas todos quanto aos leitores.
    A votação continua,
    vamos ver se mantem seu primeiro lugar na preferencia
    do colunistas blogueiros que compartilham mesmo espaço que seus textos.
    Parabéns e espero que um dia passe voce mesmo a postar seus textos, sera uma honra.
    Obrigada de verdade por fazer parte dessa linda historia do blog Espelhando.
    Bjins entre sonhos e delírios

    ResponderExcluir
  4. Olá Silvio Afonso, muito interessante o seu blog, informativo, cultural, de bom gosto. Parabéns. E por ser tudo isso e muito mais eu o segui. obrigado por seguir o meu blog.

    abraço.


    André Ribeiro

    ResponderExcluir
  5. Hola amigo poeta!

    PERDOE-ME PELO TÊRMO USADO.

    CARACA!!!!

    Seu texto é uma alegoria perfeita do que de encantador e mágico pode suceder-se a uma mulher, que se abre em pétalas, rosa que se expõe ao sol e não se deixa intimidar.

    Passamos por todas as cores, vermelha, amarela e inicialmente branca, "suave como a brisa", linda menina, prenúncio de mulher. "Tão longe, de mim distante", mas viva e doce em recônditos de minha alma.

    Do 'amarela', alguns sofrimentos ainda toco, a 'vermelha' sempre em febre, ainda espera a graça de ser coberta por colibris.

    Quanta febre afinal será preciso arder para abraçar a vida e beijar na boca?

    Beijos querido!
    Quanto mais te leio, mais pequena me sinto , e ainda assim, cresço horrores!

    ResponderExcluir
  6. Que lindo ficou seu texto! Para o beija-for, nem a cor importa. Ele não tem preconceitos (rss). Cada uma tem um perfume inigualável, sempre a atrair seus beijos.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Com enorme carinho
    agradeço de coração por compartilhar
    momentos tão agradaveis e tão importantes para mim.
    Certamente vera essa mensagem em outros blogs
    mais isso é tudo que posso fazer hoje.
    E jamais vou deixar de agradecer a bondade
    de estar sempre no meu blog acariciando meu corção.
    Agradeço e reconheço que Deus nunca nos deixa sozinho.
    Um beijo no coração,Evanir.

    ResponderExcluir
  8. Não vejo selos em seu blog, mas vou oferecer um que recebi hoje. Sinta-se à vontade com minha oferta, já que o importante, com relação a selos, é a lembrança.
    Chama-se DESAFIO e está no:
    carinhos-meus.blogspot.com

    Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Que estranho! Aqui só aparece a coluna do meio de seu blog.
    Depois entro novamente, para verificar.
    Agradeço de coração.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  10. Tengo un amor extraño por las flores .. y me encanta coleccionarlas,que bellezas las que describe y que pasión pone en cada letra. Saludos.

    ResponderExcluir
  11. Oii estou te seguindo!
    Ficarei muito feliz se vc visitar o meu blog e me seguir tb :)


    http://conversadeblogueiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Boa noite, entrei em teu blog., mas nao achei nenhum selo e estava tudo escuro nas laterais...voltarei amanhã e quem sabe os selos aparecem de volta...abraços

    ResponderExcluir
  13. Obrigado amigo sempre estarei por aqui :X

    ResponderExcluir
  14. Olá Silvio,
    Vim matar as saudades de tuas letras...e que belas, coloridas e perfumadas letras encontro.

    Quanta vida a florecer e a ofertar seus encantos... colibris, borboletas, menina pétala, rosa mulher...um doce e reluzente despertar de desejos...

    Tuas palavras são com carícias na alma e no coração.


    Bjosss meus, enSOLarados.

    ResponderExcluir
  15. Adorei os texto, realmente lindos! Quero ler mais e mais e mais... Voltarei mais vezes, para não devorar todas as palavras de uma só vez.
    Bom final de semana!

    ResponderExcluir
  16. Nossa que saudade eu tinha de ler seus texto, esse como todos são muito bons. Beijos

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  18. Estou contente e venho partilhar com os amigos da blogsfera...
    Ontem ao ir assistir o Espetáculo de Dança Oriental: Sagrado Feminino
    o Teatro Municipal de minha cidade, fui abordada pela diretora da Cia que surpreende-me com o convite para interpretar uma poesia dentro do espetaculo, achei ser somente uma generosidade para com essa velha senhora poeta. Mas para minha maior surpresa não era so isso. Fui inserida no Espetaculo e participo agora dos 3 espetaculos dessa temporada. Eu uma velha senhora poeta no meio de tão belas mulheres e diante de tão magicas danças.
    Confesso que
    me sinto honrada por poder contribuir exatamente unindo duas paixões: palco e poesia.
    Momentos mágicos em tributo ao Sagrado Feminino.
    Encantada desejo a todos um belo fim de semana.

    ResponderExcluir
  19. Amigo o texto está lindo como todos os outros..
    No momento que estou, me identifiquei com a flor amarela.. =(
    Beijos amigo'

    ResponderExcluir
  20. Hola amigo querido!

    Quero um selo seu sim, aliás, sinto-me honrada. Como faço para recebê-lo ou pegá-lo?

    Muito obrigada por cada palavra e gesto de carinho, sabes o quanto és importante para mim.

    Bjs e tenha uma excelente semana.

    ResponderExcluir
  21. Meu querido

    Não sei o que está acontecendo porque não visualizo todo o seu blog. Nem consegui comentar a postagem de junho, já que, depois dela, vem um enorme espaço vazio.
    E só tem uma coluna, a do meio.
    Pode me mandar o selo por e-mail?
    Já o tenho com carinho, mas desejo a imagem.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  22. Silvio, adorei tua visita e agradeço a gentileza do selinho, mas infelizmente, não sei o que se passa, só visualizo a coluna central do blog...restante aparece todo em preto.
    De qq forma obrigada pelo carinho.
    Ficarei ausente um dias, vou curtir férias merecidas, até a volta e td de bom.
    Bjosss meus, enSOLarados.

    ResponderExcluir
  23. Que poesia colorida e perfumada, muito bonito este poema.
    Um abraço
    oa.s





    *muito obrigada pelo selo :)

    ResponderExcluir
  24. Nossa.. carinho! Obrigada pelo selinho, já o guardei dentro do meu coração e no meu Diário... ♥

    Saudosa de ti, ando à deriva entre versos sonolentos!

    ResponderExcluir
  25. Amigo aceito sim o selinho..
    Mas assumo que sou leiga nisso'
    Me manda que eu posto no meu blog eh isso?! Rsss
    Abraços

    ResponderExcluir
  26. Obrigada Silvio por me ofertar o selinho.. já estou levando-o comigo e colocando-o em meus carinhos recebidos juntamente com o outro que havia me ofertado.

    Um beijo em seu coração..
    Verinha

    ResponderExcluir
  27. Com poucos parágrafos e com tanta informação sobre um único tema.
    Parabéns pela postagem.
    Visualizei enquanto lia borboletas de diversas cores.
    Obrigado por contribuir com a minha imaginação.

    Daniel

    ResponderExcluir
  28. Ola meu amigo! Gostaria muito de conseguir pegar o selo, seria muito feliz, mas não tenho conseguido. Muito obrigada e me sinto omenageada mesmo assim. Beijos

    ResponderExcluir
  29. Obrigada pela visita ao meu blog!
    Gostei muito dos teus textos...transmitem muita sensibilidade, parabéns!
    bjs, paz e boa semana!
    http://guerradosmundosleka.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  30. Amigo Sílvio, estou feliz por me brindar com um selinho. Gratidão! Vou providenciar a busca, rs. Um beijo!

    ResponderExcluir
  31. Bom dia, desculpe-me, mas teu blog. aparece todo escuro e com os posts. no meio, fui ate o fim da pagina e nada encontrei, o que sera que acontece?
    Vou continuar tentando, mas esse selo ta dificil de vir para meu blog.rsrs...abraços

    ResponderExcluir
  32. Que bom!! Vou receber o selo (rss).

    lenadute@hotmail.com

    Bjs.

    ResponderExcluir
  33. Obrigado Silvio.
    Foi um prazer conhecer seu espaço e você (mesmo que virtualmente).

    Daniel

    ResponderExcluir
  34. Palhaço poeta...

    Eis as asas do mundo!

    Brancas

    Azuis

    Amarelas

    E pretas

    Brincam

    Na luz

    As belas

    Borboletas


    Borboletas brancas

    São alegres e francas.


    Borboletas azuis

    Gostam muito de luz.


    As amarelinhas

    São tão bonitinhas!


    E as pretas, então . . .

    Oh, que escuridão!

    Disse um dia Vinícius de Moraes

    ResponderExcluir
  35. Adorei o texto. Que gostoso o beija-flor poder provar e beijar flores de variadas cores. Gostei demais! És um homem apaixonado.

    beijocas amigo.

    ResponderExcluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.