segunda-feira, 2 de maio de 2011

SÓ SEI AMAR VOCÊ...

Tem momento que eu questiono certo tipo de amor entre o homem e a mulher.
Eu duvido que alguém sem consciência ou até em consciência plena possa amar a ponto de abrir mão da sua sorte para que o outro possa ser feliz se os dois já não se entendem. Não importa se é o homem abrindo mão da mulher ou ela abrindo mão dele. O amor une, portanto, como amar em separado? É preciso que a relação seja discutida e que cada um ceda o suficiente para que tudo se acerte ou viverão tristes e separados mesmo se gostando.
Eu não acredito que alguém tenha certeza do amor que tem por outra pessoa se o aconselha a seguir caminho diferente do seu, procurar nova companhia, alguém que o faça feliz por você mesma entender que não tem as qualidades necessárais para merecê-lo. Isto diz respeito a ele e a ela..
Eu acho e disso tenho consciência, que o amor é possessivo. Ninguém quer que outra pessoa olhe para o seu homem com olhos interesseiros. Ninguém quer dividir a sua mulher com quem chora a ausência da sua.
Eu não sei se o amor de Deus por nós é igual ao que eu tenho. Para eu provar a grandeza do meu sentimento eu precisei suar o corpo e a alma mesmo não sendo o meu sentimento tão grande como os que eu descrevo em textos. Mas eu sei que ele tem o tamanho necessário. Por ele eu curvei meu corpo e chorei meu pranto. Deixei e deixo de viver a minha vida para viver com ela, mas se a sua felicidade depender que eu vá embora ou a liberte a passeios duvidosos, com certeza ela será infeliz, mesmo que juntos morramos de chorar...

20 comentários:

  1. Seu questionamento é o meu também. Não entendo ese amor de anulação. Ou ele se completa, alavanca ou ele não existe plenamente.
    Um abraço Poeta.

    ResponderExcluir
  2. Eu tinha um texto pronto pra ser postado falando sobre esse assunto. Vou ter que adiar a postagem hehehehe
    Boa narrativa, num tema que é super difícil dissertar...

    ResponderExcluir
  3. Olá Silvio
    Obrigado pela visita ao meu blog e pelo comentário. Quando puder volte, vou gostar muito.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  4. Concordo com você em muitas medidas.
    Nã adiantar amar, se desamando, cedendo, perdendo a identidade.O amor e a felicidade não vem do outro,é muita responsabilidade nas mãos de uma pessoa. Questionar o amor é o nosso oficio. Beijos

    ResponderExcluir
  5. Pois é, o amor é gerado no companheirismo, amizade e mutualidade. Fora disso é loucura, possessão e egoísmo.
    Obrigada pela visita e por seguir-me.
    Retribuo.
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Passe lá no meu blog. Se gostar, me siga. Felicidades, saúde e alegrias duradouras, hoje e sempre.
    Eu gostei do seu site e já estou dentro, te seguindo. Mega abraço iluminado.
    João
    www.ludugero.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Muito lindo seu blog! Amei, sempre que possivel estarei fazendo uma visitinha!E claro não poderia sair sem seguir! Super beeeijo ;*

    www.lidivieira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Porque querer ir embora se existe amor entre ambos?
    No amor não há dúvidas. nem vontade de partir.
    Se um dos dois quer partir, é pq não tem amor suficiente.

    Mais existe um amor maior. Que deve ser sempre o nosso primeiro amor,QUE DEVE PREVALECER SEMPRE que é o AMOR PRÓPRIO.


    Obrigada pela sua presença no meu blog.

    www.devaneios-fragmentos.com

    Estou te seguindo também e voltarei sempre.

    Abraços

    Nina

    www.tempestade-floresnocaminho.blogspot.com

    www.diariodeumatempestade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Seu blog é muito bom por isso vim até o seu espaço e gostei muito do que li por aqui. Tenho um blog Tb gosto d++ de poemas. E estou te seguindo se VC puder da uma passada La no meu blog. VAI SER UM PRAZER SE PUDER ME SEGUIR...Bejs . Déia.........
    Esse é o link do meu blog
    http://wwwdeiablog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Será tão fácil entender um sentimento tão complexo?
    Não abro mão da minha vida, mas posso fazê-lo quanto a alguns prazeres, em nome da relação.
    Mas há os que tudo dão de si,
    incondicionalmente. Se são felizes desse modo, respeito.
    Os questionamentos surgem, tão somente, quando há perturbações a requerer mudanças.

    ResponderExcluir
  11. Olá,Silvio,
    Boa noite pra vc!!!

    Amo poesias,mas não sou poeta,Infelizmente não tenho esse dom.

    Que em seus caminhos haja sempre muita alegria e muita luz!!!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  12. Me esqueci de um detalhe,
    já estou te seguindo...

    ResponderExcluir
  13. O amor é tão complexo...se por um lado não se vive sem o outro, por outro lado não sobrevive aprisionado. Há que se ter uma base muito sólida para encontrar o meio termo que não nos deixa náufragos pela falta ou por excesso.

    ResponderExcluir
  14. Palhaço Poeta... boa noite !
    Amor é cumplicidade. É respeito!
    Se mando alguém procurar alguém esse alguém é ninguém!
    Amor é interseção, é união é soma e multiplicação.
    Jamais subttração e divisão.
    Belo blog....
    Elogio aqui vira lugar-comum né ???
    Um abraço desse "mineirim-caipira-poeta" que muito te admira!

    ResponderExcluir
  15. Amor é liberdade, doação, amparo, nunca submissão... Adorei o blog!

    Bjusss

    ResponderExcluir
  16. Querido poeta,eu já experimentei abrir mão.Experimentei ,mas meu coração disse não e segurou o amor com mãos fortes.
    Beijo no seu coração.

    ResponderExcluir
  17. Legal, gostei da tua opinião exposta nesse texto. beijocas meu amigo...

    ResponderExcluir
  18. Legal, gostei da tua opinião exposta nesse texto. beijocas meu amigo...

    ResponderExcluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.