domingo, 15 de maio de 2011

DE PAI PRA FILHO...

Toninho foi o meu primeiro amigo de infância e de escola. Brincamos, estudamos e trabalhamos na mesma ocasião, cada um no que queria. Ele foi bancário desde os 16 anos e eu aos quinze já fazia parte do jornal, do luxjornal, que era dessa classe o principal órgão em nossa cidade. Graças a sua preocupação com os estudos eu fui, do nosso grupo, um dos primeiros alunos. No meu trabalho eu não fui condecorado, mas fui por muitos lembrado como criativo, responsável. Eu gostava e gosto tanto desse amigo que quando ele trocou de mulher e de estado, eu assumi seu filho Marcelo como amigo. Eu fui e acho que sou com ele o que seu pai foi comigo; fiel e verdadeiro.
Em todas as relações existem altos e baixos, mas felizmente com Marcelo, o filho, os baixos não foram tantos quanto os altos, quanto as boas surpresas que a cada instante ele me traz.
Há dias ele esteve em minha casa com a mulher. Fizemos uma festa já que essa foi a primeira vez que ela o acompanhou à minha casa. Ficaram de voltar no dia das mães, porém, mesmo tendo prometido não puderam comparecer. Trocaram a data e eis que neste domingo virão almoçar conosco. Tenho certeza que será uma data inesquecível, um dia em que falaremos verdades e mentiras. Certamente nos preocuparemos com as verdades, mas das mentiras, com certeza, morreremos de rir.

Sejam bem-vindos, amigos. Desde a sua última visita eu estou esperando por sua volta.

17 comentários:

  1. Nossa! Que doação feliz de se conhecer! Você abriu o coração para mais um filho e fortaleceu, ainda mais, uma relação de amizade.
    Isso só é possível em grandes e raras almas.

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Um brinde a tanta alegria e contentamento
    que até
    postei la no Espelhando.
    Lindo final de domingo pra voce, sua familia e amigos.

    ResponderExcluir
  3. Quem tem verdadeiros amigos tem tudo! Sorte :)

    ResponderExcluir
  4. Amigos são raros, queira o tempo que não me afaste nunca dos meus verdadeiros... :)
    Ótima segunda!

    ResponderExcluir
  5. Oi Silvio!Obrigada pela visita,estou te seguindo, sim.Li os seus textos eles são uma delícia falam de amor e amizade, uma amizade forte, verdadeira coisa rara nos dias atuais.
    Abraços
    Zelia

    ResponderExcluir
  6. OI Silvio! Estou te seguindo, sim. Li os teus textos e fiquei encantada com a força do amor e da amizade que transpiram neles. Amizade assim é coisa rara nos tempos atuais , mas existem e devem ser cuidadas.
    Abraço
    Zelia

    ResponderExcluir
  7. Adorei suas palavras lá no DIARIO FEMININO. Você tem toda razão e o fez em forma de poesia.

    Obrigada

    ResponderExcluir
  8. Estou seguindo seu blog também. Obrigada pela visita. Volte sempre e obrigada pelo elogio. Au revoir (:

    ResponderExcluir
  9. Olá Sílvio,
    Uma coisa linda esta que você fez para seu amigo - assumir o filho dele como se seu filho fosse. É raro vermos hoje em dia, este tipo de amizade. Parabéns, amigo! Você realmente sabe ter e demonstrar carinho e amizade para com seus semelhantes. Precisamos muito desses sentimentos de amor uns pelos outros.
    Grande abraço,
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir
  10. Conhecidos, temos muitos. Mas, amigos mesmo, são poucos.
    É bom cuidar daqueles que são os nossos verdadeiros amigos do coração.

    ResponderExcluir
  11. Coraçao especial esse teu...
    Por isso que não me canso,beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  12. Que seus amigos nunca deixem de comparecer! Amizade é dádiva! Eu sempre volto aqui, amigo lindo! Saudades!

    bj

    Catita

    ResponderExcluir
  13. Você me emocionou, viu??!!!
    Que lindoooo teu comentário,Afonso!!!
    Obrigada pelo teu carinho,espero te ver sempre.
    BjO.

    Tô te seguindo.

    ResponderExcluir
  14. Linda essa amizade, q certamente vai florescer ainda mais.

    beijos e linda tarde...Mariz

    ResponderExcluir
  15. Obrigada por tão carinhoso retorno...

    Em suas palavras
    um hino se fez
    criou com maestria
    um mar de ilusão
    em ondas brancas
    um novo sabor
    veio banhar, junto
    a minha claridade
    teu rio de alegria.

    Mariz

    ResponderExcluir
  16. mas eu ja sigo você, Moço! Tu q nunca me viu....

    ResponderExcluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.