terça-feira, 28 de dezembro de 2010

PRESTAÇÃO DE CONTAS

Hoje, final de ano, eu quero prestar contas, falar da minha vida antes mascarada ou mal entendida. Vou falar sem orgulho, mas também sem humildade, confessar que dormi com senhoras distintas, com artistas e também com prostitutas. Eu comi da suas comidas, bebi do que bebiam e no meu ombro deixei que chorassem as suas amarguras. Para elas eu nada fui senão um jovem sedento de sexo e companhia. Eu não fui o forte que socorre, mas também não era o covarde que se omitia. Se o meu cansaço num final de semana me prostrasse, mesmo assim eu não me incomodava de dar a mão e ajudar só para ver sorrir os lábios que antes choravam à própria morte. Passei momentos bons com pessoas tão boas e tão más, como eu, mas fui e fiz feliz enquanto os momentos eram nossos. Isto não é a despedida da vida que eu vivi, mas a mortalha de um tempo que passou e que certamente não voltará, a não ser que seja com alguém muito especial e mesmo que o passado me procure ou que eu o encontre, por aí, esteja ele melhor e menos sofrido eu não virarei às costas à sua verdade, mas o considerarei uma tatuagem colorida no lado esquerdo da minha alma.
silvioafonso.

6 comentários:

  1. Oi Silvio. Que texto profundo. "...uma tatuagem colorida no lado esquerdo da minha alma." Quanta poesia. Qtos sorrisos plantados num momento de dor, qtas lembranças bonitas, qto amor. LIndo!!! Parabéns pela pessoa sensível que é. Bjos meu amigo

    ResponderExcluir
  2. Fantástico Silvio.
    O passado faz falta, mas é um fantasma bricalhão, aparece entre momentos, não volta e não fica.

    Aquele abraço!

    ResponderExcluir
  3. Oi,
    Acho que não tem época melhor para prestarmos conta, rever tudo o que se passou em nossas vidas!!!

    Espero que 2011 seja um ano iluminado.

    "A alegria não está nas coisas: está em nós." (Goethe)


    Abraçosssss.

    ResponderExcluir
  4. Profundo... Ao mesmo tempo bonito.
    Seja apenas você.

    ResponderExcluir
  5. Olá Sílvio,ah! saudade ...só sente saudade quem já foi feliz,que belo texto,gostei.Tenha um Ano Novo abençoado.Um abraço!

    ResponderExcluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.