quarta-feira, 11 de agosto de 2010

RISO, SABOR SAL.

Quantas lágrimas e suspiros...
Quantas pessoas riram desse amor tão choramingado de criança? Riram as flores, as estrelas, até o rei sol, seu companheiro, virou a cara pra rir dela.
Risos da vida que em breve será passado. Passado a ferro e a sofrimento. Passado que não sara e se sarasse não seria sério. Lembrança amargurada da menina que molha de lágrimas os bilhetes escritos a toda hora com saudade do menino que é hoje, o seu príncipe, eternamente, encantado.
Amanhã, com certeza, ele terá todas as formas, porém nenhuma forma mudará o homem, ainda menino, que foi dela, seja do jeito que for, e ela, a mulher que se tornar.

silvioafonso.

6 comentários:

  1. O amor no conto de fadas.
    Sintonia com o mundo de Alice.
    Peter Pan acharia um encaixe.
    Mas, a menina guardava uma cor preferida para o seu amor, e assim presenteava a todos com sua inocência. Não escondia, não entendia, amava apenas.
    Dava asas ao sentimento que sabia conhecer pelos os olhos e o coração.
    Amor mais puro e primeiro.
    E no mundo real o amor dimana e a menina continua com a tatuagem por dentro da lembrança e do coração.
    Porque o sabor nunca deixará de ser tocável.
    Silvio... Amei teu texto.
    Desculpa ter divagado em cima, mas foi inevitável visto que é tão belo.
    Bjinho.
    Fernanda.

    ResponderExcluir
  2. Tu és Poeta Encantador....
    Beijão para ti e desculpa a minha ausência ...o que fazer para te agradar????
    Pensei...pensei...e resolvi me esquentar desse frio terrível(que está fazendo no meu sul amado),aqui no teu blog...é onde eu encontro sempre aconchego,calor,ternura e muito sentimento!
    Na bagagem estão minha escova de dentes,sabonetinho,perfume,calcinha...suti,não...pois eles ainda são firmes e fartos...heheheeeeee...batonzinho BOKA LOKA,da cor do pecado;fitinhas para meus cachinhos loiros dourados(alguns com a cor azul,como são azuis meus olhos azuis da cor azul do céu do meu BRASIL\o/uhuuuuuuu\o/),meus saltinhos de pedrinhas de brilhantes...risadas,amor e ternura.
    Roupas?
    Joguei um vestidinho de seda e um casaquinho de lã sobre meu corpinho...fiufiiiuuuuuuuu...vendo-me tremer,vais me abraçar forrrrrteeeeeeee!
    Acabei de decidir:
    Não vou mais...quero que sintas saudades de mim e me implores para eu aparecer de vez em quando em tua vidinha!
    Já imaginou tu enjoar de mim?
    Nananinãonão...vou fazer minha morada em teu coração.
    E não adianta trancar a entrada dele,porque me agarro pelo lado de fora e não desgrudo de jeito nenhum...huaschuaschuasch...
    Sei que sou um chute nos fundilhos...mas fazer o que se sou vidrada por tu,meu tatuzinho?????
    Ôôô...reparou o quanto já escrevi????
    Será que todo mundo vai ler???
    Fica feliz...assim a porcentagem de aceitação de teu blog vai aumentar...rsrsrsrs...viu como até nisso eu penso,só para te agradar???
    Bem...como já me esquentei no teu cantinho e me banhei com a tua luz...eu vou,mas eu volto...quem sabe voando... e não adianta arrancar minhas asinhas só para eu ficar longe de ti...huaschuaschuasch...pois eu sou terrível \o/ uhuuuuuuuu \o/...venho montada na vassourinha mesmo...huaschuaschuasch...

    ResponderExcluir
  3. È lindo perceber que essa
    fase
    é parte tambem
    da historia
    da menina que fui, sinal
    que o encanto que me cerca
    não veio depois ' da vida'
    mas ja nasceu comigo.
    Lindo texto...como smepre
    palavras bem
    ' en
    cai
    xa
    das".
    Bjins entre sonhos e delírios

    ResponderExcluir
  4. O homem que habita o menino também habita em mim... a menina ainda aguarda para nascer...

    Lindo texto! Parabéns!!!

    Saudades do teu espaço!

    Beijos!!!

    ResponderExcluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.