sexta-feira, 27 de agosto de 2010

POR ELA...

Pela Internet nos falávamos compartilhando sonhos e pensamentos. Ela escrevia e sempre que podia lia o que eu publicava e por ela os textos saiam, sem falsa modéstia, melhores e mais bonitos. Nas entrelinhas havia um pedido de socorro, de colo, de abraços e de perdão.
Lia, mas não entendia e se entendia, fazia que não sentia. Os dias não passaram, o tempo passou por eles, e aqui estou; escrevendo como faço há anos e nas entrelinhas um agradecimento pelos momentos lindos, pela preocupação para com aquele que escreve e a parceria constante em todos os momentos.
Aparentemente, deve pensar ela, nada mudou, tudo continua tal como era antes, mas eu sei que mudou. Mudou o jeito de olhar, o sorriso e a expressão do rosto quando eu digo que já é tarde e eu preciso ir. Mudou o tamanho da saudade e do amor que já têm a dimensão do infinito. Mudou o jeito de vestir, de tratar com terceiros. Mudou a responsabilidade e a esperança, mas do resto, nada mudou; a beleza tem o colorido das borboletas. O cheiro tem o aroma das rosas. A pureza lembra as águas do lago azul e a meiguice, a santa triste do altar.
Nada eu faria de novo, pois nada está errado para que fosse corrigido. Nada eu deixaria de fazer agora, porque a minha vida não é feita de nada, mas sim de todas as coisas, como todos os meus momentos, todos os meus pensamentos, toda a minha vida e o meu amor são por ela.

silvioafonso

14 comentários:

  1. Tudo que é verdadeiro é lindo. E você juntou detalhes, expôs seus sentimentos em palavras, e o texto além de ser uma declaração ficou perfeito, exímio poeta. Seguindo-te!

    ResponderExcluir
  2. Olá, Silvio!

    Simplesmente gostei muito, muito do texto, mexeu comigo. Mas, me diga, eu não entendi bem, quem lia e não entendia ou se entendia, fazia que não entendia? Ela ou ele?

    Mas, e aí, o desfecho? Por que ela deve pensar que nada mudou?

    Você me matou de curiosidade e eu não sou curiosa, o texto me levou a isso.

    O desfecho, Silvio... fiquei sem saber... isso é maldade com o leitor.

    Beijos e desculpa tamanha intromissão, mas eu li várias vezes o texto e me senti assim, intrigada.

    Beijos!
    Adorei!

    P.S.: adorei também o comentário que deixou na minha página. Criativo demais!

    ResponderExcluir
  3. Meu amigo Silvio, que preciosidade!!!
    Tão bonito e cheio de encanto, que cada linha meu coração saltava de alegria por vocês.
    O amor é capaz disso e muito mais e eu aqui aplaudindo sua poesia.

    Beijo.
    Fernanda.

    ResponderExcluir
  4. Poesia é expor a alma,
    com calma.
    É deixar-se perder nas aguas...
    Poesia é compartilhar o belo,
    e o que não existe,
    insiste e
    não deixa rastro,
    só passa
    em passo suave de valsa...
    Cadência de uma canção
    que embala,
    mas cala.
    Ser dela
    e ela ser sua....
    poema belo que
    que esse querer só aumente
    nunca ,mas nunca
    diminua...
    Sonho e paixão,
    doce fluir
    sem comparação.

    Adoro.
    Bjins entre sonhos e delírios

    ResponderExcluir
  5. Passando, parando pra conhecer...
    Encantada...
    Voltarei!
    Beijinho!

    ResponderExcluir
  6. silvio querido,
    lindos sentimentos....que lindo amor..mesmo com certas mudanças
    faz parte de nosso viver.
    perfeita declaração ameiiii lindo poeta.
    amo seus recadinhos esta semana vou postar porque são genais.
    alias tudo que vem de novo.

    Beijos na alma e abençoado fim de semana!

    ResponderExcluir
  7. Um amor assim vale sempre
    cuidar, zelar ,manter.
    Para que a cama fique smepre desarrumada,
    como o texto diz,
    não o seu,
    o meu.
    Flores e Cores pra ti
    e pra 'ela'.

    ResponderExcluir
  8. Silvio, acho que a sua transparência contamina sempre suas belas palavras. Além de intenso e revelador, é sempre docemente dito tudo que sente.
    Bjo
    Ale

    ResponderExcluir
  9. Oi....que texto perfeito...emocionante....

    Coisas do coração...coisas do amor...coisas que não precisam de explicação...

    Seja feliz!!!!!

    bjos!!!!!

    Zil

    ResponderExcluir
  10. Olá Silvio,
    Passando para te deixar um beijiinho e desejar um início de semana maravilhoso.

    Fernanda.

    ResponderExcluir
  11. Silvio,
    Você e sua poesia mágica...
    Embalagem colorida e fitas de cetim.
    Nossa amizade, delicadeza e carinho.
    Obrigada por suas palavras poeta.

    Beijo!
    Fernanda.
    Ps: com vocês aprendo muito.

    ResponderExcluir
  12. Já sou sua seguidora há algum tempo e o orgulho em seguí-lo é verdadeiramente recíproco.
    Bjo
    Ale

    ResponderExcluir
  13. Belíssima declaração de amor Sílvio ... O amor já é lindo por si só, imagine quando expressado com tamanha sensibilidade assim .. felizarda ela .. e vc, claro ..

    beijos .. e grata por me visitar ... entendi as palavras, mas não mudo a minha ação..

    ResponderExcluir
  14. bela-yohana@hotmail.com15 de agosto de 2012 15:59

    lindo parabéns!novamente você tem o dom nas palavras.quando lemos algo assim tão belo,pensamos se já vivemos algo parecido.no momento acredito que estou próxima de auguem especial,e que parece que estamos falando uma mesma língua !ESPERO QUE EU NÃO SEJA,SÓ MAIS UM CONTO ROMÂNTICO COMO ESTE.E POR MAIS DISTANTES QUE AS VEZES PARECEMOS ESTAR,SEJAMOS REALMENTE UM ENCONTRO DE ALMAS E QUE PERDURE. BEIJOS POETA FELICIDADES!

    ResponderExcluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.