segunda-feira, 16 de agosto de 2010

COMO SE FOSSE MINHA.

O vento que fere a minha boca derrama por sobre o meu rosto os cabelos negros de suas lembranças.
Era madrugada quando a vi deixando a festa. Correu para o meu táxi, esticou-me a mão com um endereço escrito, adentrou ao carro e adormeceu. Vestia um curto vestido preto. Uma bolsa vermelha despencava do seu ombro e abraçando junto aos seios as sandálias da mesma cor que descalçaram os seus pés que mal a sustentaram, deitou quando devia se sentar.
Meia hora depois de vê-la entrar chegamos ao destino. Acendi a luz interior e lhe abri a porta. Nem um movimento. Só o forte cheiro de álcool que tomou todo o ambiente a deixou inerte, à mercê da própria sorte. Chamei por ela, sem tocá-la. Voltei a chamar e num velado sorriso virou de lado, ajeitou a roupa e ficou como que o seu quarto fosse ali. Tomei a sua mão e de perto pude ver, nela, u'a menina vestida de mulher. Nada tinha que não fosse de boneca. Os lábios vermelhos, a pele branca, o rosto corado e um cheiro de colo, de não fiz nada, de perdão. Deslumbrei nela a minha filha e, de volta, porta afora vi os batedores num clarão alaranjado anunciarem o sol que não tardara, era dia. Sentei-me ao volante e sem dar por mim esqueci todas as mazelas, não a vi deixar o carro, preocupado adormeci.

silvioafonso

16 comentários:

  1. A magia existe dentro de cada um de nós...
    Basta deixar ela acontecer e viver!!!

    ResponderExcluir
  2. Delícia de texto...
    palavras que saem aveludadamente...
    mostrando o belo...como esse dia que vem em tons alaranjados.
    Que seja assim essa nova semana
    Adoravel post pra essa segunda
    fria...
    Bjins entre sonhos e delírios

    O amor é um mistério sem fim, já que não há nada que o explique.
    Rabindranath Tagore

    ResponderExcluir
  3. Coisas para refletir, por certo.
    “cheiro de colo” Deveria ser uma boa menina por certo, apenas algo ali não ia bem.
    Belo texto Silvio, como de costume amei.
    Bjinho.

    Fernanda,

    ResponderExcluir
  4. O mais interessante no ato de escrever é transpor momentos que muitas vezes não vivemos, coisas que gostaríamos de ter experimentado e viajar por mundos inabitados.
    Belo texto.

    Abraços e obrigada pela visita. Espero tê-lo sempre por lá, e eu também continuarei acompanhando sua literatuara.

    ResponderExcluir
  5. Que texto lindo! transformado em poema. Mostra que foi escrito com a alma e redijido pelo coração;
    Parabéns, estarei seguindo-te....
    Abraços carinhosos.
    Visite meu blog, é simples, mas com amor...

    ResponderExcluir
  6. nossa que encanto...
    saio daqui de alma mais leve

    Uma semana cheia de luz pra você

    beijos

    ResponderExcluir
  7. E fez um ramalhete
    De pétalas retiradas
    Do meu imenso filete
    Pulsando
    Pulsante
    De própria vida recorrente
    Dissonante
    Disseminada...
    bjos com carinho...

    ResponderExcluir
  8. oooi..
    obrigada por comentar em meu blog..
    estou retribuindo a visitaa...
    Seguirei o seu blog.. segue o meu tbm *-*

    beeijos fica com Deus

    ResponderExcluir
  9. Olá amigo Silvio!
    Obrigado por visitar meu blogs
    e esta a seguir, muito obrigado!
    fico feliz, em te ver por lá
    e espero que sempre aja algo que
    seja do seu interece. E tambem
    quero barabenizar o seu blogs, com
    tantas coisas interesante.
    Mas tambem quero te deseja uma
    otima quarta feira, de muitas
    prosperidades!

    Um grande abraço! e a te breve
    Adalso de Souza

    ResponderExcluir
  10. Lindo Texto!!! me transportei para dentro daquele táxi e vi toda história bem de pertinho...
    Obrigada por visitar meu blog; volte sempre... tb estou seguindo vc.
    Bjss

    ResponderExcluir
  11. Está aqui duas coisas que adoro:

    Palhaçada e poesia!!!

    ResponderExcluir
  12. Oi Poeta...
    Quero lhe agradecer pela visita e tb pelo comentário que deixou...foi precioso...OBRIGADA!

    Tô aqui visitando seu blog..."encantada"...não encontro outra palavra pra descrever...

    Este texto que acabei de ler me deixou emocionada...pq os detalhes são primorosos...a gente entra no texto...e viaja...
    Grande Poeta!
    bjos!!!
    Zil

    ResponderExcluir
  13. Meu amigo, lindas palavras transformadas em poesia. Bonito blog. Parabéns!
    Jeová.

    ResponderExcluir
  14. querido silvio,
    sempre coisas lindas por aqui
    apenas aproveitar e sentir o momento....
    um otimo final de semana com bjos meus...obrigada pelo carinho!

    ResponderExcluir
  15. Só por aqui ja me
    me alegro em ter vindo
    ate aqui
    "O vento que fere a minha boca derrama por sobre o meu rosto os cabelos negros de suas lembranças."
    Flores e Cores pra ti.

    ResponderExcluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.