terça-feira, 31 de agosto de 2010

BOTÃO DE FLOR

Brancas, amarelas, vermelhas, perfumadas. Nasceram na primavera, mas não desanimaram no final da estação. Um dia elas partiram, foram-se ainda belas, foram embora com você.
Foram, mas, quem sabe, não quisessem.
Foram por companhia e sem olhar para trás não perceberam que nos meus olhos despetalavam todas as flores e no meu peito sangravam todas as rosas.

silvioafonso

8 comentários:

  1. Mto belo...poema!

    Tua pintura se estende em versos,
    Palhaço Poeta!

    abç

    ResponderExcluir
  2. Instantes...
    Momentos...
    E tudo que eu mais desejo são as estações em harmonia.
    Que o coração possa abarcar um espinho sem se machucar,
    e as pétalas das flores sejam carinho para as meninas dos olhos.
    E no teu peito não só as rosas se aninhem...
    Mais seu perfume doce e puro, seja carregado para todos os cantinhos.
    Onde a necessidade de afago seja preenchida.
    E com isso te faça sempre muito, muito feliz.
    Porque lindo mesmo é chegar, sentar e te ler.
    Amei teu poema Silvio & como é de costume divaguei.

    Beijo.
    Fernanda.

    ResponderExcluir
  3. Einstein já dizia : "Somente seres humanos excepcionais e irrepreensíveis suscitam ideias generosas e ações elevadas ".
    E é por isso que você se faz presente sempre.
    Lindas palavras
    Bjo
    Ale

    ResponderExcluir
  4. olá querido amigo!passei para desejar a vc uma semana maravilhosa...
    bju carinhoso...

    ResponderExcluir
  5. Esse texto me
    tras a mente uma palavra:
    SAUDADE.
    bjins

    ResponderExcluir
  6. Aplaudo-te!
    Pela combinação maravilhosa (Coração/botão de rosa), não podia dar poema mais lindo.
    Bjão e um otimo FDS

    ResponderExcluir
  7. Aplaudo-te!
    Pela combinação maravilhosa (Coração/botão de rosa), não podia dar poema mais lindo.
    Bjão e um otimo FDS

    ResponderExcluir
  8. Primeira vez que acesso seu blog... ADOREI!!! muito sábio. Com sua licença, serei assídua leitora.

    ResponderExcluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.