quinta-feira, 15 de julho de 2010

DORMI NO CAMINHO...

Tão logo cheguei à casa escorri na poltrona a roupa que você, pretensiosa, abriu com o seu atrevimento, amarrotou com o embaraço das colegiais para molhá-la com a vergonha da primeira vez.
Vazei para o chuveiro onde me deixei por horas pensando nesse despropositado encontro. Duas pessoas desconhecidas que se olham, trocam sorrisos e casualmente ocupam a mesma poltronas em um ônibus de carreira intermunicipal. Um outro olhar, desta vez provocativo, cerrou-nos os olhos e nos calou a boca num demorado beijo. Demorado como a lembrança que prostra, agora, o maior de todos os sentimentos depois de um princípio natural, carícias desaconselháveis para o lugar com uma conclusão louca, irresponsável.
Fim da linha. Um sai da vida de quem fica. Sai sem nome sem telefone. Fica sem o par, mas leva consigo a grandeza de ter feito amor quando a ordem do dia era matar, mesmo que fosse o sono.


silvioafonso.

10 comentários:

  1. MARAVILHOSO!
    Simplesmente amei!
    Beijos querido.

    ResponderExcluir
  2. Hum.. adorei a forma que se expressou, foi sensual.. estou seguindo.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Que texto sublime é esse!!!

    Uauuuu!!!! Sem palavras. Fico estarrecida e emocionada quando leio um texto pequeno (um microconto) que carrega uma infinidade de sentimentos e imagens. É o "meu sonho de consumo como escrivinhadora" um dia conseguir ter esse talento para a síntese, mas de forma tão poética e extraordinária assim...

    Mil vezes Parabéns!!!! Ler seus textos é uma AULA para mim.

    Beijos!!!

    Tenha um final de semana tão maravilhoso quanto tudo que escreve!!!!

    ResponderExcluir
  4. Olá menino...vim retribuir sua visita e já estou te seguindo...seu blog é realmente muito interessante...
    E seus comentários em meu blog são o máximo...vc me faz rir sozinha as vezes...adorei sua maneira de encarar a vida...
    Vamos seguir juntos nessa caminhada virtual com certeza...
    Tenha uma noite deliciosa...
    Bjs...Mar...

    ResponderExcluir
  5. Ah, não acredito!!!

    Só falta vc ser mais um perfil fake de um doido que eu conheço aí.

    Vai ser uma decepção!!!

    Pensei que seus textos fossem reais...

    TÔ quase parando com esses blogs e só escrevendo meus textos solitariamente.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  6. Meu querido, obrigada pela doce visita!
    Adorei.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Oi Sílvio,fica no ar as imagens da cena que você retratou com tanta ternura.
    Isso às vezes acontece no cotidiano e fica na nossa lembrança o não desenrolar de um futuro encontro.
    Poético!
    Imagino que você seja um apaixonado não correspondido,estou certa?

    BETZY...

    ResponderExcluir
  8. Não posso deixar de passr pelo seu blog! Adoro suas poesias. Boa semana

    ResponderExcluir
  9. Ei!
    Linda semana...
    A viagem é
    quase que
    irresponsavelmente
    falando
    um
    detalhe,
    mas companhia e o que se faz
    nessa companhia...
    é que conta.
    Depois?
    Ah, depois é outra historia.
    Bjins entre sonhos e delírios

    ResponderExcluir
  10. Uau, sílvio, quecoisa mais excitante!
    Selvagem como somos!

    ...............

    Grata pelas palavras e pela visita,querido !

    beijos

    ResponderExcluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.