terça-feira, 27 de abril de 2010

VOANDO ENTRE BALÕES…

Fuja, escape, voe alto, quem sabe para o mais alto ponto deste monte e me encontre.
Beija-me às escondidas, não a mão, a face ou a fonte, mas a boca e no meu peito apronte o salseiro dos seus desejos pois eu preciso conhecê-los.
Quero beijar o azul do céu de sua boca e lá no alto entre as nuvens vê-la colorida entre um arco-íris de bolas de sabão. Não importa a espiral que a alucina e que me deixa tonto, mas importa o néctar adoçado desta fonte que as minhas defesas vaza e a minha coragem afronta.

silvioafonso

8 comentários:

  1. Adorei seu espaço, não segui-lo seria um total idiotice da minha parte...Gostei do título também, uma coisa contrsditoria, "palhaço poeta", soa bem, mas a foto...deixa um ar de tristeza juntamente ao fundo escuro...gostei...
    "Sonho de vento fresco e de noite estrelada"

    ResponderExcluir
  2. Boa noite.
    Adorei seu poema.
    Muito obrigada. Estarei sempre por aqui.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. Silvio, como voce escreve tão lindamente meu amigo!

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  4. Essa afronta
    Escorre na linha
    Das vértebras
    E dá vida
    Ao que há de melhor


    LizA

    ResponderExcluir
  5. Não sei porque, mas ao ler, gostaria que fosses pra mim, talvez quizesse na minha vida alguém tão palhaço quanto tu, meu poeta impressionante!!! òtimo fim de semana. Bjs impressionados!

    ResponderExcluir
  6. Silvio, te li primeiro no blog da Sil, gostei muito dos seus textos. Voltarei sempre!

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Obg pelo comentário no meu blog. Gostei muito do q escreve tbm...
    Estarei te seguindo de agora em diante. Abçs

    ResponderExcluir
  8. De fato,
    Não é msmo necessário CPF, foto 3x4 p/se gostar, fazer parte ou algo assim!


    =)

    TIM TIM!

    ResponderExcluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.