quinta-feira, 22 de abril de 2010

É DIVIDINDO QUE SE MULTIPLICA…

Quando jovem eu conjugava os verbos na primeira pessoa do singular e do plural; eu ou nós. Tu, ele ou vós nem sempre por achar que cada um deveria guardar um pouco do que tem para não pedir depois.
Eu só daria um pedaço do que eu tivesse, se aquilo fosse grande o suficiente para ser dividido, e assim eu vivi por muito tempo, até o dia em que eu fui sorteado pelo destino com os filhos que eu tenho. Hoje eu dividiria a minha marmita, mesmo que ela fosse a minha única refeição, com o meu irmão mais necessitado. Se alguém me pedisse dinheiro para comprar um pão e isso desinteirasse a passagem do metrô, caso eu o usasse para ir ao trabalho, certamente, eu iria a pé. Antes eu não doava sangue, mas hoje eu doaria o meu braço para ver sorrindo a saúde do meu filho...
Isto é ser pai. Isto é aprender com o filho.


silvioafonso


.

6 comentários:

  1. Isso é ser amor...
    Você me encanta e me faz sentir beijada
    e acariciada pelo som e calor com que suas palavras me chegam.
    Me alcança em teus delírios,
    de menino,
    de homem,
    nem pacato, nem bobo,
    muito menos louco,
    Sabedoria é teu nome,
    Palhaço Poeta de Amor.
    Excelente FDS

    ResponderExcluir
  2. Isso talvez seja o maior dom da palavra AMOR!

    Obrigada Silvio, pelo carinho lá no meu blog.
    Vim retribuir.
    Um grande abraço!!!

    ResponderExcluir
  3. "É DIVIDINDO QUE SE MULTIPLICA…"
    Silvio, é assim mesmo a vida, e aqui estou emocionada com sua mensagem ao meu Blog, e não poderia deixar de lhe dizer e agradecer, OBRIGADA
    Efigênia Coutinho
    in New York

    ResponderExcluir
  4. Sinto que a palavra PAI
    é muito significativa na sua vida, como para todos nós, claro, mas em você de uma forma especial.
    Certas pessoas nasceram sob o signo de ser Pai, depois de uma sucessão de bons pais em seu caminho.

    Gostei muito de sua visita,
    suas palavras emocionadas, e desejo
    que continues feliz como filho saudoso, e pai presente, pois é desse tipo de expressões que o nosso mundo precisa mesmo.

    Um beijo em você,
    com carinho.


    *

    ResponderExcluir
  5. Silvio
    Obrigada por sua visita ao delírio.
    Eu tenho muita alegria de ser mãe!
    Adorei seu blog!
    Beijos
    Denise

    ResponderExcluir
  6. Silvio,

    estou há algum tempo por aqui, lendo seus posts, me deliciando com seu modo lindamente poético de se expressar.

    O tempo é esse anfitrião de extremos que, ao passar, coloca-nos diante da solução de mistérios que o alvoroço da juventude não nos permite desvendar.

    Seu texto, lindo, me lembrou meu pai. Agradeço por isto. Bjs e inté!

    ResponderExcluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.