terça-feira, 17 de novembro de 2009

A SAUDADE AINDA PULSA...

Eu me lembro tão bem...
Parece que vejo, ainda, o meu pai deitado escondendo os olhos com o braço que cobria metade do seu rosto.
Corri para o quarto e me joguei em cima do meu herói. Fiquei meio que sem jeito e vi a minha cara enrubescer. Eu não sabia o que fazer com a certeza que eu tinha de que cisco algum havia caído nos seus olhos para deixá-los tão úmidos, avermelhados. Foram estas as suas desculpas ditas ao pé do meu ouvido enquanto abraçava e beijava o filho que eu era. Hoje eu sei o quanto é difícil esconder o pranto que não cessa. Como é difícil não chorar e ter que explicar as lágrimas que incham e entristecem os olhos. E o meu pai chorou. Chorou por não ter o mínimo necessário para nos manter a mim e as minhas irmãs naquela época, para que fôssemos como as crianças que frequentavam a nossa casa.
Hoje eu choro por coisas que eu não sabia existirem no meu peito, e que me sufocam e quase matam.
Ah, meu pai...
Que saudade eu tenho de você. Como é difícil bancar o super herói com palavras exatas e atitudes coerentes, como você era comigo. Estou fazendo tudo para ser igual a você e isso tem pesado em minhas decisões. A cada dia eu me vejo mais distante dos seus passos e, não fosse o homem honrado que você fez de mim e eu pensaria, até, em parar de caminhar.
silvioafonso

5 comentários:

  1. Saudades... dói, machuca...mas tem horas, que alivia falar dela...

    Um abraço...

    ResponderExcluir
  2. Não pare amigo blogueiro. Pois da mesma forma que olhavas para o seu modelo mentor, existem outros que dependem de ti...

    A força muitas vezes está em nós quando parecemos fracos... Continue!

    Deus te abençoe...

    ResponderExcluir
  3. Emocionante, Silvio, emocionante. Tenho por meu pai, que igualmente já se foi, um sentimento semelhante.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. SAUDADES...DÓI E FERE COMO NAVALHA!O MEU PAI VAI FAZER 88ANOS EM 21 SETEMBRO.APESAR DE SUA AUSÊNCIA EM MINHA VIDA,POIS QUASE NÃO TEMOS CHANCE DE NOZ VERMOS.SEU DNA ESTÁ,ENTRANHADO EM MIM,E TENHO ORGULHO DISTO!POIS ELE É UM HOMEM FORTE,VIVEU A VIDA COM FORÇA E CORAGEM.DIGO VIVEU PORQUE HJ ELE PAROU NO TEMPO,E FICA LÁ SENTADO,NAQUELE SOFÁ,OLHANDO AVIDA QUE LHE RESTA PASSAR DIANTE DA JANELA.SOFRO POR ELE!ME LEMBRO DO SORRISO SAFADO,QUANDO ELE ME CHAMAVA NO CANTO,PARA CONTAR SUAS AVENTURAS,E EU DIZIA:PAI PEGA LEVE SOU SUA FILHA.E ELE COM UM SORRISO ROUCO E GRAVE RESPONDIA:NÃO VC É MINHA AMIGA!SINTO FALTA DE OUVIR AS BESTEIRAS,MESMO NÃO GOSTANDO,POIS HJ,ELE QUASE NÃO FALA,E NÃO OUSO MAIS A RISADA ROUCA,QUE TANTO ME ENCANTAVA!PS:SINTO TANTO POR VC POETA,POIS ESTA SAUDADE NUNCA PASSA,MAS COM ELA VEM AS LEMBRANÇA DE ALGUÉM QUE NUNCA PODEMOS E NEM QUEREMOS ESQUECER!BEIJOS...yohana

    ResponderExcluir
  5. Olá!!Poeta!!
    É bem isso,perder quem se ama,dói né??
    Também perdi meu pai já faz 8 anos e tem pessoas que me dizem:só o tempo pra curar essa dor, cura nunca cada dia sinto mais sua falta e muita mas muita saudades!!
    Adorei a escrita!!
    Bjkas!!

    ResponderExcluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.