quarta-feira, 11 de novembro de 2009

APLAUSO DE ENSURDECER.

Foi em festa que você chegou e mesmo que nem todos torcessem por sua vinda, hoje o amam e respeitam.
Você que parecia ter as mãos vazias, trazia no semblante a feição dos anjos, no corpo o porte dos atletas e no coração a meiguice dos monges. Seu sorriso era o prenúncio da primavera e a inteligência digna dos sábios.
Quanto tempo mais eu terei de vida para deslumbrar a mais bela metamorfose? Quanto tempo o destino terá guardado para mim e seria ele o suficiente para ver o meu filho encaminhado, a minha neta formada e educada naquilo que ela pretende?
Pai e filha. Vocês são o melhor que eu recebi de Deus. Em vocês eu não aposto tudo, mas serei àquela pessoa na arquibancada da vida a aplaudir, de pé, o grande espetáculo que vocês têm para mostrar.

Tenho a honra de saber em suas veias o meu sangue e o da mulher que nasceu para ser da gente o melhor que alguém pudesse ter.

silvioafonso

5 comentários:

  1. Olá Silvio,

    Vim retribuir sua visita e conhecer seu espaço.

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Falou de forma poética, emocionante.
    Somos de fato privilegiados quando temos o prazer de gerar um filho.
    Fruto do que temos de melhor.
    Aplausos !!!

    ResponderExcluir
  3. Encantadora homenagem a um filho muito amado. É emocionante!
    Um abraço

    ResponderExcluir
  4. Grande mestre poeta... admiro-me quanto a tua propria dminiração... não sabia mesmo, que um pai orgulha-se tanto de um filho... sinto até uma invejinha, rsrsrs

    ResponderExcluir
  5. E não há como expressar o Amor que se sente por quem realmente veio da gente, não é mesmo, Silvio?

    Beijos mil para Você e toda essa família linda que te inspira!!!

    ResponderExcluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.