quarta-feira, 26 de agosto de 2009

FIM DA PICADA...

Tu chegaste, paraste e te deixaste ficar. Ficaste para conhecer a intimidade do caseiro e te perdestes no doce mel dos seus olhos. Tu estavas entrincheirada nas difíceis possibilidades e por isto lutaste para não ceder à sua graça, mas abriu-se como uma flor no raiar da primavera quando ele jogou sobre ti o seu olhar e o seu sorriso. Insinuou-se. Tirou de tua frente os obstáculos do talvez e do depois e de joelhos viu o teu amor se por aos pés do príncipe de todos os sonhos. Do homem que Van Gogh pintaria em tua tela. De um deus grego brasileiro, de tuas vontades e de ti. Esta lição nos é oferecida a cada instante. De quando nasce o sol, desabrocha a flor ou cantam os passarinhos. Eu, pobre vagabundo, esperançoso em melhorar o mundo trago para os nossos passos esta trilha, que eu mesmo desmatei.

2 comentários:

  1. Olá...

    Obrigada pela visita, pelo comentário e pela poesia...

    Abs,

    ResponderExcluir
  2. "Direcione sua visão para o alto, quanto mais alto, melhor. Espere que as mais maravilhosas coisas aconteçam, não no futuro, mas imediatamente. Perceba que nada é bom demais para você. Não permita que absolutamente nada te impeça ou te atrase, de modo algum."

    ResponderExcluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.