terça-feira, 16 de dezembro de 2008

FLAMBOYANT NO ARPOADOR

Este vento, fresco, cheirando a terra carpida é o mesmo que
balançou o flamboyant e coloriu com flores os seus cabelos
no alto daquela serra. Flores de muitas cores e tons, lindas
como você olhando os ramos e se encantando com o
alaranjado da cor que “purpurava” as flores num contraste
do anil azul do céu. Quantas lembranças eu tenho de você
que não saía do meu redor, presa, como estava aos meus
beijos, aos abraços como se fossem, estes, os últimos que
eu lhe daria.Eu cuidava de você menina, respeitava em
você a senhora de todos os momentos e eu a desejava com
a sua beleza e a vibração que de todas as mulheres, você
tinha.
Você foi a primavera que floriu os meus dias dos quais me
lembro todas as tardes, quando o sol se põe ao longo
“alaranjando” o céu neste mesmo mar, em que você me viu,
no Arpoador.

silvioafonso

10 comentários:

  1. Olá!Vim agradecer sua visita e comentário e deixar um abraço!Gostei de seu espaço!

    ResponderExcluir
  2. Oi Silvio!
    Obrigada pela visita!
    Moderei os comentários em razão de já ter recebido pessoas desagradáveis, não é o seu caso, é claro.
    Não é todos os dias que recebo visita de um poeta.
    Lindo visual da foto.
    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Que texto lindo. Que menina amada. Foi possível sentir daqui.

    Agradeço a visita! Vou adicionar seu blog e voltarei por aqui. Seu comentário foi fabuloso!

    Até breve.

    ResponderExcluir
  4. terei ambos, silvio, pode apostar. Em meu país, quem governa sou eu.
    E volte sempre.
    besos

    ResponderExcluir
  5. Lindo, meu amigo! Uma prosa poética cheia de amor e emoção.
    Eu queria que o Natal voltasse a ter seu verdadeiro sentido, porque o apelo do comércio transformou-o, apenas, em troca de presentes e assim perpetua e acentua ainda mais a discriminação social, porque é um dia imensamente triste para crianças pobres, que não podem ter papai noel, nem uma ceia digna.
    FELIZ NATAL e que o ANO NOVO seja de realizações, paz, saúde e amor!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Como é bom receber suas visitas e melhor ainda eh conhecer esse seu blog. Nota dez.

    ResponderExcluir
  7. ola...tava xeretando e cai aki rs..bela mensagem...acho q falta mesmo um pouco mais de romantismo..como esse! parabéns..bjus

    ResponderExcluir
  8. Que lembrança linda! E que bom voce as ter!

    Ótimo Natal, Silvio! HO HO HO!

    ResponderExcluir
  9. Amo o Rio. Tenho uma fotos bonitas do Arpoador.

    Bonito o que escreveu.

    abraços

    ResponderExcluir
  10. Interessante como
    os textos se
    tornam como que eternos. Se que 09 vivamos todos outros momentos,
    mas sinto
    como se independente de quem se era
    antes ou o que ele registrou
    cristalizando aquele momento, ele, cabe nesse, no atual relogio da vida.
    Adoro...é como se Clarice
    esteja lendo...

    ResponderExcluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.