sábado, 29 de novembro de 2008

O ENTRELAÇAR DAS PARALELAS.

Quando a brandura me roubar as opções do amanhecer,
tu despertarás da madrugada nos meus braços.
Demasiada, talvez, seja a felicidade, já que a tua imagem,
sempre terna e encantadora faz o impossível entendimento
da noite, das estrelas e da aurora dos meus dias. Quando a
lágrima fugir ao seu controle e as estações frias da natureza
ficarem mais longas na lembrança, a saudade responderá
com o cansaço de um velho e eu estarei contigo ouvindo os
pássaros chilreando na amoreira e as flores num completo
desabrochar. Esvoaçarão as andorinhas, mas eu não terei
feito nada para isso. Eu acordarei, com certeza, ao teu
redor, mas calado. Sem respirar, se possível, para não
desfazer o começo do eterno e a despedida do jamais.

silvioafonso

15 comentários:

  1. Não esperem personagens de mim. Só sei representar eu mesma e ,mesmo assim, com alguma incompetência.

    Aprendiz

    ResponderExcluir
  2. Vou escrever uma poesia em sua homenagem =)

    ResponderExcluir
  3. .



    Faça um verso, conte uma história. Fale da lua, mas não tire os olhos dela. conte as estrelas e mostre as verrugas na ponta dos dedos como prova de que contou. Fale de flor, mas guarde o perfume dela. Ria da graça, mas não chore por qualquer desgraça e seja suave como o vento, para lamber a cara de quem encara a vida dizendo trova comovente.

    silvioafonso






    .

    ResponderExcluir
  4. Fiquei honrada muito feliz com sua visita. Um poeta de verdade lendo as minhas "abobrinhas no papel"... ai que vergonhaaaaaa...rsrs.

    Fiquei apaixonada por seu cantinho tão especial e agora duplamente por tê-lo entre nós no VPTR.

    Vi muita coisa maravilhosa aqui e vou citar uma frase que parece-me feita para INHA:

    A vantagem de ter péssima memória é divertir-se muitas vezes com as mesmas coisas boas como se fosse a primeira vez. Nietzsche

    Xerooooooo carinhoso.

    ResponderExcluir
  5. Vc está agora aqui nesse novo cantinho?
    Bem... se vc não vê a hora de chegar a segunda, imagina nós q nos deleitamos com suas palavras tão lindas.
    Vc chegou, como eu imaginava, agradando e causando suspiros nos corações apaixonados!
    Lindos pensamentos do poeta sim, meu poeta predileto...

    ResponderExcluir
  6. .


    "UM PALHAÇO MAIS MENINO QUE POETA".

    Não queira que eu combine o som flexionado das palavras e busque a melodia para o que digo. Não sou tão nobre ou tão romântico que saiba falar de amor, de lágrima sofrida ou da felicidade que rouba o siso, faz moleque o sério homem e da idosa uma menina. Por favor, respeite a minha vergonha e o meu medo de pensar ser uma coisa que eu não sou.

    silvioafonso







    .

    ResponderExcluir
  7. Silvio - venho retribuir a deliciosa visita que fez ao IeBN e o que descubro? Silvio é poeta!!!!
    Brinca com as palavras. Palavras são arrogantes, mas para você elas sorriem. Para você a apalavra é desnuda. É palavra feliz! Eu sou farsante, acredite. Nunca enganei. Roubo dos meus poetas-amantes que sopram pra mim.
    Você faz palavra !Obrigada pelo comentario e vou mexer mais nos posts :)
    beijos

    ResponderExcluir
  8. Silvio

    Grata pela visita!
    Abração!

    Marta Bellini

    ResponderExcluir
  9. Sim, provavelmente por isso e

    ResponderExcluir
  10. hi, new to the site, thanks.

    ResponderExcluir
  11. Que é o rapaz da foto, alem de você?
    Fiquei curiosa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o João, marido
      da amiga de todas
      as horas e todas as
      coisas de minha mulher.

      Excluir


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.