segunda-feira, 17 de novembro de 2008

COMO NA FÓRMULA 1.

Eu adoraria que na vida, como na Fórmula Um, a pista fosse
de mão única, não tivesse cruzamentos e sinais luminosos,
guardas de trânsito e "Radares" prontos para multar.
Adoraria que todos corressem em busca de um mesmo ideal,
mas que, como na Fórmula Um a nossa equipe estivesse bem
treinada e que imprevistos não acontecessem. Chegar seria,
sempre, a razão principal, mais subir ao podium, uma
conseqüência.



silvioafonso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.