segunda-feira, 2 de julho de 2007

VALENTE AUDAZ...

Sou paraquedista e tive a primeira experiência aos 16 anos,
para só aos 20 servir ao exército e defender a pátria.
15 mil pés me separavam do solo o bandeirante do exército
e em um salto audaz, em queda livre, eu comandava o
equipamento aos 2.500 pés e a conferência do velame
aberto sobre a cabeça, eu fazia.
Queda suave e veloz viagem. Brisa fria acariciando o rosto,
gelando o corpo. Cabelos em desalinho, coração aos pulos e
felicidade estourando o peito. Sorrisos e braços abertos à minha
espera.
Beijos, abraços e tapinhas nas costas. Bilhetinhos colocados em
meu bolso e o recolhimento do nylon e suas linhas eu fazia
para serem, cuidadosamente dobrados para uma nova aventura.


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.