quarta-feira, 4 de julho de 2007

A PORTA DO TEMPO.

O tempo me bate à porta a espera de uma resposta,
portanto é com pressa que eu quero pedir a você que me

ouça.
Que me aceite do jeito que sou, que sorria ao me vir feliz

e que entenda quando me vir chorar.
Que note as capas dos meus livros e a letra das canções que

me embaçam os olhos. Entenda isso, e aceite tudo e eu lhe
presenteio sem que tenha que me dar nada em troca, com
o que de mais puro eu conservo no peito;
O MEU AMOR.

silvioafonso

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.