segunda-feira, 16 de julho de 2007

INFÂNCIA, MÚSICA E FLOR.

Já não sou dependente das letras ou das canções. Eu vivo
em ritmo de festa, num circo onde a arte se mostra na graça
do mais antigo dos palhaços e no triplo carpado sem rede do
audacioso trapezista. Não preciso da trilha sonora que
encantou a minha infância, pois eu fui feito de música e a minha
alma de dança quando a vejo bailar por entre as flores e as
borboletas. Não quero questionar o tosco ou o polido já que eu
estou entre as nuvens voando num bando de passarinhos.

silvioafonso

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.