sábado, 23 de junho de 2007

PLANO DE VÔO.

Vou colocar o cinto e baixar a cabeça nesta turbulência que a
vida me levou. Não quero pensar em nada. Não vou escutar o
que me disse. Eu preciso me concentrar no que faço e não tenho
de querer, como quero, largar tudo e correr pros seus braços e
brindar no primeiro e mais movimentado bar da cidade essa
notícia, linda e querida que você me deu. Digo, me daria, porque
não quero ver nem ouvir nada, já que não posso cuidar do meu
coração e esquecer da minha alma que voa as cegas neste espaço
louco do não sei.

silvioafonso

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.