quinta-feira, 28 de junho de 2007

DOM PANÇA OU SANCHO QUIXOTE?


Tenho me sentido um pouco Sancho Pança.
Uma grotesca figura, um camponês simi-analfabeto que
dialoga com o seu amo.
Que mensagem quis passar esse sujeito que tinha no cavaleiro errante o seu amo?
O Quixote propunha alguma coisa, mas não concluiu coisa alguma. “Aonde vai o cavaleiro da triste figura? A que veio?
Que pretendia? O que significam seus devaneios juvenis, idealismo pequeno burguês?
O que quer dizer, mesmo, Sancho Pança?
É assim que eu me vejo; cheio de alcunha para sobrenome algum.
Trato de salvar a minha alma, porque o meu corpo é de pouca valia.

silvioafonso

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.