domingo, 24 de junho de 2007

DEFENSOR DA TESE.

Sr. diretor, este não é o manual do ser humano, mas o
cardápio que nos matará a fome. Quando nasci dei os
passos no amparo dos que me amavam. Comi, bebi e
me vestiram do que escolheram para mim. Fui à escola
e me formei de acordo com os hábitos e os costumes que

eu não criei. Sou resultado de estudos alheios. Se eu
desenvolvesse uma tese diferente do convencional seria
julgado, e talvez condenado; só os audaciosos tentaram e
alguns conseguiram.
Os outros foram com a maioria. Deixaram que o rio os

levassem e na multidão todos têm a mesma cor, o mesmo
crédito e a mesma fé.
Façamos diferente para resolver o mundo e arquemos com

as conseqüências ou nos calemos, sem espernear, para sempre.

silvioafonso

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.