segunda-feira, 25 de junho de 2007

CORREDEIRAS DO ESQUECIMENTO.

Qualquer lugar que me levar será bem-vindo.
Antes das corredeiras eu já terei tomado um

afluente e contra a correnteza ido rio à cima
para outras paisagens eu poder ver.

Como esquecer de quem não sai do meu redor,
como?
Sinto o seu cheiro, ainda.
Só do gosto que eu não sei, como posso me lembrar?


silvioafonso

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Diga o que quiser do jeito que você souber.




.